PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Ceará recebe o Santos buscando se afastar da zona de rebaixamento

Esporte News Mundo (redacao@esportenewsmundo.com.br)

18/09/2021 08h00

Com apenas três pontos a mais que o América-MG, 17º colocado da Série A, o Ceará recebe o Santos buscando se afastar da zona de rebaixamento. O Vovô é o 12º com 24 pontos e o Peixe está na 13ª posição com 23, fazendo desse duelo de alvinegros uma disputa direta. Vitória pode fazer o Alvinegro de Porangabuçu subir três posições e ficar em nono lugar, sendo o primeiro êxito de Tiago Nunes no comando técnico. Confronto acontecerá neste sábado (18), às 21h, na Arena Castelão, pela 21ª rodada do Brasileirão.

LEIA MAIS

+ Ceará não vence o Santos pelo Campeonato Brasileiro desde 2010; Confira o retrospecto

+ Ceará x Santos: prováveis escalações, desfalques, onde assistir e palpites

O Estádio Governador Plácido Castelo, também conhecido como Castelão, voltará a ter um jogo do Vovô após quase um mês. O último aconteceu no dia 22 de agosto, quando o Alvinegro empatou com o Flamengo, pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro, quando Guto Ferreira ainda era o treinador do time. Agora, depois de 27 dias, o Ceará retorna à sua casa de olho no confronto com o Peixe, que também não vive bom momento na competição, com Tiago Nunes comandando a equipe em sua primeira partida na Arena Castelão.

ATÉ AQUI

Tendo iniciado bem e até conseguido conquistar o melhor início da Série A na era dos pontos ocorridos, o Vovô ficou invicto durante 11 rodadas quando empatou sete jogos – Internacional, São Paulo, RB Bragantino, Fluminense, Cuiabá, Sport e Atlético/GO – e venceu quatro – Atlético/MG, Juventude, Athletico/PR e Fortaleza. No entanto, desde a derrota para o Corinthians o Alvinegro teve uma grande queda de rendimento que acabou resultado na demissão de Guto Ferreira. Tiago Nunes, com 10 dias de treino antes de sua estreia, nada conseguiu que sua equipe mostrasse evolução na derrota por 2 a 0 para o Grêmio.

Vindo de quatro jogos sem vencer – dua derrotas e dois empates -, o Alvinegro de Porangabuçu vive um momento delicado. Ainda dependendo apenas de si, e faltando nada menos que 19 jogos, já que o Vovô ainda tem a 19ª partida atrasada, o Ceará ocupada a 12ª colocação com 24 pontos, apenas três do América/MG, que tem 23 e é o primeiro dentro do Z4. Vale ressaltar que isso só está sendo possível também porque na disputa direta com os mineiros os cearenses levaram a pior.

MUDAR PARA EVOLUIR

Para vencer o Santos, que não está a seis jogos sem saber o que é ganhar, Tiago Nunes deve fazer algumas alterações em sua equipe. Segundo o que o treinador veio mostrando nos trabalhos durante a semana, Fabinho pode ganhar a vaga de titular na lateral-direita. Outro setor que também deve sofrer alteração é na volância, com Marlon fazendo dupla com Fernando Sobral. Lima, que vinha jogando de ponta, treinou como armador no canto de Vina, que não vive boa fase. A dupla de extremos também pode ser diferente das últimas partidas com Erick e o artilheiro Rick iniciando entre os 11 principais. Jael deve ser mantido. Deva forma, o Ceará deve entrar com Richard, Fabinho ou Gabriel Dias, Messias, Luiz Otávio e Bruno Pacheco; Fernando, Marlon e Lima; Rick, Erick e Jael.

Uma deficiência que o time vem tendo é de balançar as redes, já que não faz isso há duas rodadas. Outro alerta é o setor defensivo, que sofreu oito gols nas últimas quatro partidas, tendo uma média de dois gols a cada jogo.

O lado positivo é que, com as mudanças, pode-se esperar melhorias. Tanto Gabriel Dias quanto Bruno Pacheco, laterais do Ceará, sobem muito para o ataque e acabam cedendo espaço na defesa, o que precisa sempre ter alguém para cobrir as falhas deixadas. Com a possibilidade de Fabinho entrar na direita, a intenção é que esse lado tenha mais apoio na hora de se defender. Com Sobral ao lado de Marlon, Tiago Nunes terá intensidade na marcação, já que o camisa oito é o líder isolado em desarmes, e um pouco de saída de bola, já que Marlon também pode atuar como armador, papel que deve ficar com Lima. O meia vinha atuando como ponta, mas deve entrar na vaga de Vina.

Com Lima indo para a ponta e Mendoza sem mostrar um bom futebol, as pontas devem ficar com Erick e Rick, jovens de velozes e de habilidade, além do prata da casa ser o goleador máximo do time no Brasileirão com quatro gols. Jael deve ser mantido. O atacante não marca desde o empate com o Cuiabá, na 15ª rodada.

O QUE PODE ACONTECER

Do outro lado, o adversário vem fragilizado. Passando por momentos conturbados financeiramente, o Santos tem um elenco jovem e que não vence desde a 14ª rodada, na vitória sobre a Chapecoense. Mas isso não significa nada, já que o duelo de alvinegros será uma disputa direta. Além de matematicamente, já que a diferença é de apenas um ponto com o Ceará em vantagem, as duas equipes também vivem situação parecida na tabela. Ambos vêm de uma sequência negativa sem vitórias e farão de tudo para se manter afastado da zona de rebaixamento.

Caso saia vencedor, o Vovô chegará aos 27 pontos e pode terminar a rodada até mesmo na nona posição. Algo que seria também a primeira vitória de Tiago Nunes como técnico do time. Se o Santos vencer, vai aos 26 pontos, ultrapassa os cearenses e pode ficar em 11º. Um empate, que não seria agradável para nenhum dos dois, mantém o Santos em 13º, com 24 pontos, e o Ceará, com 25, pode subir para a 15ª colocação. Isso desde que o Athletico/PR não ganhe do Juventude.

Além de ter que fazer seu dever, Vovô e Peixe também terão de estar com o “secador” ligado contra Bahia, São Paulo, Juventude e América/MG.

Os dois times se enfrentaram no primeiro turno e o time da Vila Belmiro levou a melhor. Jean Mota, Marinho e Kaio Jorge fizeram os gols do triunfo santista. Vina fez o único do Alvinegro de Porangabuçu.

Ceará e Santos se enfrentam neste sábado, às 21h, na Arena Castelão, em confronto válido pela rodada número 21 da Série A do Campeonato Brasileiro.

Futebol