PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Polêmica com VAR fará Cruzeiro tomar providências na CBF, afirma diretor de futebol celeste

Esporte News Mundo (redacao@esportenewsmundo.com.br)

16/09/2021 23h43

As polêmicas com VAR no empate por 1 a 1 entre Cruzeiro e Operário provocaram a ira dos dirigentes cruzeirenses. Realizado na Arena do Jacaré, o jogo terminou com gol anulado de Marcelo Moreno e grande confusão nos gramados, que atrasou em mais de dez minutos o fim da partida.

Em entrevista pós-jogo, o diretor de futebol da Raposa, Rodrigo Pastana, criticou a atuação do VAR na partida e afirmou que o lance decisivo da partida foi inconclusivo:

– Torcedor cruzeirense, hoje era para ser um dia alegre, feliz, como fora contra a Ponte Preta, um dia que o nosso torcedor compareceu, cumpriu os protocolos sanitários. Infelizmente não é isso que nós vimos. Vou tentar ser ponderado aqui, mas a arbitragem de hoje foi muito mal, veio o VAR com o Pablo e eu tenho certeza que o lance foi inconclusivo. Quando o lance é inconclusivo, normalmente não é nem chamado o VAR. O árbitro decide em campo no último minuto.

Em seguida, o dirigente pediu atenção às escalas de arbitragem feitas pela CBF:

– Tivemos uma vitória, tenho certeza absoluta, que nós tivemos uma vitória limpa, assim como tem sido limpa a conduta do Cruzeiro em toda a procura de direitos, como fora trazer o torcedor para a Arena do Jacaré. Então, assim, eu peço um pouco de atenção nas escalas.

Problemas no VAR da Série B

Durante a coletiva, Pastana citou lances críticos da partida onde afirma que o Cruzeiro foi prejudicado pelo árbitro Rodrigo Dalonso. Para o diretor, os problemas com o VAR não são prejudiciais somente ao clube, mas também ao futebol brasileiro:

– Hoje veio um árbitro atrapalhado, confuso nas suas decisões. O Vilela (jogador do Operário) já tinha cartão amarelo e ele deu uma pescoçada no Wellington Nem no início do segundo tempo, era para ter sido expulso e não foi. Logo em seguida, o treinador tirou o jogador de campo. Isso vem nos prejudicando, o Vasco já reclamou do VAR, algumas outras equipes reclamaram também. Não sei porque não é a mesma empresa que faz o VAR para a Série A, isso é prejudicial ao futebol brasileiro, não só ao Cruzeiro. Peço um pouco de atenção. Vamos continuar lutando pelos nossos direitos, mas espero que a CBF reveja os posicionamentos, principalmente quanto à arbitragem.

Leia também: Robinho relembra rebaixamento do Cruzeiro: 'Não demos o devido valor ao campeonato'

Cruzeiro tomará providências na CBF

– Nós estamos jogando um campeonato que nós valorizamos muito, trazendo o torcedor e acontece algo assim. É muito ruim, mais uma vez o Cruzeiro se posicionada de uma forma indignada quanto ao que aconteceu hoje. Espero que a CBF reveja, e claro, vamos procurar nossos direitos junto ao Gaciba (chefe de arbitragem da entidade), vamos ver o que podemos reclamar. Nós não somos contra o VAR, somos a favor do VAR, somos a favor da Justiça, mas que a regra seja igual para todo -, afirma Pastana.

Futebol