PUBLICIDADE
Topo

Vôlei

Brasil leva susto, mas bate Argentina de virada pelo Sul-Americano de vôlei

Brasil venceu a Argentina de virada pelo Sul-Americano de vôlei - Reprodução/SporTV
Brasil venceu a Argentina de virada pelo Sul-Americano de vôlei Imagem: Reprodução/SporTV

Esporte News Mundo (redacao@esportenewsmundo.com.br)

16/09/2021 22h53

O Brasil tomou um susto no começo, mas venceu a Argentina por 3 sets a 1 e conquistou a segunda vitória consecutiva no Sul-Americano de vôlei feminino. A seleção brasileira perdeu o primeiro set, mas depois se recuperou no jogo e fechou a partida em parciais de 23-25, 25-13, 25-14 e 25-16.

O time comandado por José Roberto Guimarães não tem tempo para descansar e volta a quadra amanhã, às 19h30, quando encara o Chile pela terceira rodada da competição.

O técnico da seleção brasileira não mudou o time em relação a vitória diante do Peru na estreia do torneio. Dessa forma, o Brasil entrou em quadra com Macris (levantadora), Gabi e Natália (ponteiras), Carol e Carol Gattaz (centrais), Ana Cristina (oposta) e Nyeme (líbero). Já o técnico Hernan Ferraro escalou Mayer (levantadora), Cossar e Bulaich (ponteiras), Sossa e Farriol (centrais), Mercado (oposta) e Rizzo (líbero).

Com um bom início da oposta Mercado, e o Brasil errando muito, a Argentina deu um susto no time de José Roberto e venceu o primeiro set. Porém, depois de sentir o golpe, a Seleção Brasileira se encontrou em quadra e com tranquilidade venceu os três sets para conquistar a vitória.

Além do bom volume de jogo da equipe no ataque, há de se destacar que o Brasil anotou 14 pontos de bloqueio no jogo, sendo mais uma vez um fundamento de destaque do time.

1º Set

A Argentina começou melhor na primeira parcial do jogo. Com ataques potentes da oposta Mercado, as hermanas chegaram a abrir um 8 a 4. O Brasil encostou no placar com dois belos ataques da ponteira Gabi e um erro do adversário, deixando o placar em 8 a 7 para a Argentina. Porém, logo na sequência a seleção argentina chegou a abrir cinco pontos de vantagem, com uma ótima passagem de Farriol no saque.

O Brasil evoluiu na partida e deixou a parcial mais equilibrada. O bloqueio foi um fundamento em que as brasileiras conquistaram pontos importantes no set, anotando quatro dessa forma. Entretanto, o time errou muito e isso pesou no final. Foram sete erros brasileiros e assim a Argentina fechou o primeiro set em 25 a 23.

2º Set

Ao contrário do primeiro set, o Brasil começou avassalador na segunda parcial. A Seleção anotou uma corrida de oito pontos consecutivos, quatro deles de bloqueio e chegou a abrir 8 a 0 no placar.

A Argentina buscou reagir, mas o Brasil seguiu melhor e após um rally de 29 segundos, a equipe fez 15 a 8, com o erro de ataque da Argentina.

Sem as hermanas demonstrarem uma reação consistente, a seleção brasileira passeou na segunda parcial e manteve a todo o momento uma distância superior a seis pontos. Com um bom aproveitamento no ataque, anotando 12 pontos neste fundamento e contando com pelo menos seis erros da Argentina, o Brasil fechou o set em 25 a 13.

3º Set

Assim como na segunda parcial, o Brasil começou melhor o terceiro set e já abriu vantagem logo de cara. A equipe brasileira fez 6 a 2 no placar, já causando o primeiro pedido de tempo do técnico argentino. O tempo surtiu efeito, pois a Argentina fez três pontos consecutivos e encostou no placar. Porém não demorou muito para o Brasil tomar conta do jogo novamente. Logo na sequência, a seleção brasileira anotou oito pontos seguidos e abriu 14 a 6 ao seu favor no placar.

Sem dificuldades de manter-se a frente do placar com uma ampla diferença de pontos, o Brasil administrou o jogo e com um bom saque, efetivando 12 pontos de ataque e contando com seis erros da Argentina, fechou a terceira parcial em 25 a 14.

4º Set

Diferente do segundo e do terceiro set, a quarta parcial começou mais equilibrada com as duas equipes trocando pontos. O Brasil aos poucos se impôs no set e caminhou para a vitória. A equipe abriu três pontos de vantagem, abrindo 9 a 6 no placar.

Sem dificuldades, a seleção brasileira conseguiu manter uma boa vantagem em todo o set. A equipe ficou seis pontos na frente quando o placar marcava 15 a 9. A Argentina chegou a pontuar na sequência, mas o Brasil engatou uma sequência de quatro pontos, abrindo 19 a 10 e sepultando ali qualquer chance de reação do time adversário.

A tranquilidade no jogo era tamanha, que o técnico José Roberto Guimarães deu alguns minutos de quadra para Rosamaria que ainda se recupera de dores no pé. Por fim, o Brasil fechou o set em 25 a 16 e o jogo em 3 sets a 1.

Vôlei