PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Julien Epaillard vence 4ª etapa da Copa do Mundo de saltos em Madri

28/11/2021 19h15

Madri, 28 nov (EFE).- O cavaleiro francês Julien Epaillard comprovou o bom desempenho do conjunto formado com Billabong du Roumois e venceu neste domingo a quarta etapa da Copa do Mundo de hipismo, na prova de saltos, realizada em Madri, na Espanha, com percurso zerado e tempo de 41s24 no desempate.

O francês havia se destacado neste fim de semana em dois outros concursos organizados em razão da IFEMA Madrid Horse Week 2021, e a prova principal do programa, se impôs sobre concorrentes como o austríaco Max Kühner, o irlandês Denis Lynch e o alemão David Will.

O último da lista, montando C Vier terminou na segunda colocação, com tempo na passagem final de 42s71. Já Lynch, com GC Chopin's Bushi, completou o pódio, também depois de zerar o percurso, mas marcar 42s87 no cronômetro.

"Não foi meu melhor desempate, mas tive a sorte necessária. Meus dois cavalos foram muito bem nos concursos. De vez em quando, você tem um fim de semana como esse e deve aproveitar", afirmou Epaillard, em entrevista coletiva.

Na classificação geral da Copa do Mundo de saltos, organizada pela Federação Equestre Internacional (FEI), Lynch aparece na liderança da divisão da Europa Ocidental, com 34 pontos, longo a frente do holandês Kevin Jochems.

Em entrevista, o irlandês parabenizou Epaillard e confirmou que a intenção para o restante da temporada é estar presente em todos os eventos possíveis, para acumular "o máximo de pontos" e conseguir chegar na etapa final, que acontecerá em Leipzig, na Alemanha.

Duas vezes vencedor da prova em Madri, em 2016 e 2019, e um dos cavaleiros preferidos do público, o alemão Marcus Ehning, montando Stargold, foi o mais rápido no desempate (40s62), mas um movimento ruim no antepenúltimo obstáculo o impediu de repetir o título.

Entre os representantes da casa, o espanhol Manuel Fernández Saro, montando Jarlín de Torres, terminou na sétima posição, a frente de favoritos como os suíços Steve Guerdat e Martin Fuchs, o alemão Daniel Deusser e o holandês Maikel Van der Vleuten.

O circuito elaborado por Javier Trenor acabou complicando muito a participação dos conjuntos, em especial na primeira parte do traçado, com um triplo obstáculo, além de um exigente penúltimo salto após curva, quando os cavalos chegam com menos força.

Durante o Grande Prêmio Cidade de Madri, a infanta Elena recebeu o prêmio Madrid Horse Week 2021, pelo envolvimento com o hipismo da Espanha, durante três décadas como amazona e como proprietária de cavalos.

A Copa do Mundo de salto, na divisão da Europa Ocidental, seguirá na Espanha, tendo próxima etapa, a quinta de um total de dez, em La Coruña, em entre 10 e 12 de dezembro. EFE

jmp/bg

(foto)

Esporte