PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Abel diz que título de 2020 "é passado" e minimiza favoritismo do Fla

26/11/2021 23h54

Montevidéu, 26 nov (EFE).- O técnico do Palmeiras, Abel Ferreira, afirmou nesta sexta-feira, em entrevista coletiva na véspera da final da Taça Libertadores, contra o Flamengo, que as conquistas passadas, como o título do torneio em 2020, entraram para a história, mas que o foco da equipe é manter o momento vencedor sem olhar para trás.

"A história que temos é rica, faz parte do passado, mas não vivemos de história. A história está nos museus. Respeitamos muito a história, mas a história é passado e quem está ganhando agora somos nós, meus jogadores. É o que faremos amanhã, é o nosso propósito", comentou o treinador ao lado do volante Felipe Melo.

Ferreira disse não se importar com o possível favoritismo do rival, e sim com o desempenho de sua própria equipe, já que o que é comentado "não entra em campo".

"Aconteceu contra São Paulo e Atlético-MG (rivais nas quartas e nas semifinais), mas quem está na final? O Palmeiras", declarou o português, ao ressaltar que tem "muito respeito" pelo time comandado por Renato Gaúcho.

"Mas não confundam isso com medo. Somos os atuais campeões da Libertadores, vamos dar tudo em campo para defender o nosso sonho", acrescentou.

Na opinião do técnico, o objetivo é "árduo e difícil, com grandes obstáculos", mas ressaltou que é por isso que está no comando do Palmeiras.

"Se fosse fácil, qualquer um estaria aqui. O resultado vai ser a consequência do que fizermos em campo, nosso maior oponente está dentro de cada um de nós. Só peço que meus jogadores sejam fiéis ao nosso jogo e que joguem de forma coletiva", enfatizou.

Palmeiras e Flamengo, os últimos campeões da Libertadores, se enfrentarão por mais um título neste sábado, às 17h (horário de Brasília), no Estádio Centenário de Montevidéu. EFE

Esporte