PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Ex-lateral Roberto Carlos defende mudança no calendário de seleções

20/09/2021 22h21

Redação Central, 20 set (EFE).- O ex-lateral-esquerdo da seleção brasileira Roberto Carlos defendeu, em entrevista publicada nesta segunda-feira, a proposta de mudança de calendário para as seleções proposta pela Fifa, que resultaria na disputa da Copa do Mundo a cada dois anos.

O antigo jogador de Palmeiras, Corinthians, Inter de Milão, Real Madrid, entre outros, afirmou pensar nos jogadores, que têm pouco tempo de descanso, o que prejudica o rendimento em alto nível, e relatou as experiências que teve enquanto atuava.

"Saía de Madri, viajava para São Paulo, Buenos Aires, ou Caracas. Não tinha tempo de recuperação. Com essa ideia da Fifa, o que acontece? Reduz o número de viagens que teria com as Eliminatórias feitas em um mês. Assim, você teria tempo para treinar, jogar bem, descansar e voltar aos clubes", afirmou o brasileiro ao site da entidade.

"É uma boa ideia para os jogadores, para os clubes, que, neste caso, pagam para que os jogadores rendem ao máximo, completou Roberto Carlos.

A Fifa está propondo mudança do calendário a partir de 2028, com a Copa do Mundo realizada a cada dois anos, assim como as competições continentais, que seriam alternadas com o principal torneio de futebol do planeta.

As Eliminatórias, por sua vez, aconteceriam um ano antes do Mundial, nos meses de março e outubro.

Esporte