PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Fifa lança campanha de conscientização sobre problemas de saúde mental

02/08/2021 19h54

Redação Central, 2 ago (EFE).- A Fifa anunciou por meio de comunicado nesta segunda-feira o lançamento de uma campanha que visa chamar a atenção sobre os sintomas dos problemas de saúde mental, estimular as pessoas a procurar ajuda quando necessário e atuar por melhorar no campo.

A situação psicológica e emocional dos atletas ganhou os holofotes, principalmente, depois de a ginasta americana Simone Biles, uma das estrelas dos Jogos Olímpicos de Tóquio, ter abandonado finais para preservar a saúde mental.

Na campanha lançada pela Fifa, participam diversas personalidades do futebol, em atividade ou aposentada, como o ex-lateral-direito Cafu, a ex-zagueira Aline Pellegrino, o mexicano Luis Garcia, a italiana Patrizia Panico, entre outros nomes.

Segundo dados apresentados pela Fifa, a depressão afeta mais de 260 milhões de pessoas em todo o mundo, e a metade dos problemas relacionados à saúde mental aparece por volta dos 14 anos. O suicídio é a quarta causa de morte entre joves de idades entre 15 e 29 anos.

No futebol, 23% dos jogadores relataram sofrer com transtornos do sono, 9% comunicaram sofrer de depressão, 7% de ansiedade. Estes índices aumentam entre aqueles que se aposentaram, para 28%, 13% e 11%, respectivamente.

"Esta campanha é muito importante para sensibilizar sobre os problemas da saúde mental e estimular um debate que pode salvar vidas. Nos comprometemos a mudar positivamente a socidade através do futebol", garantiu o presidente da Fifa, Gianni Infantino.

Esporte