PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Nadal decide não participar de Wimbledon e dos Jogos Olímpicos de Tóquio

17/06/2021 14h49

Madri, 17 jun (EFE).- O tenista espanhol Rafael Nadal anunciou nesta quinta-feira sua decisão de não participar do torneio de Wimbledon e das Olimpíadas de Tóquio para "prevenir qualquer tipo de excesso" em seu corpo.

Segundo afirmou o atual número três do mundo, estes excessos poderiam impedi-lo de continuar a lutar por títulos "em médio e longo prazo".

"Olá a todos. Quero informar que decidi não participar da próxima edição de Wimbledon, que será realizada de 28 de junho a 11 de julho. Tampouco vou disputar os Jogos Olímpicos finalmente programados para 24 a 30 de julho", disse Nadal em comunicado em suas redes sociais.

"É uma decisão que nunca é fácil de tomar. Depois de ouvir meu corpo e conversar com minha equipe, entendo que é a decisão certa para estender minha carreira esportiva e continuar fazendo o que me faz feliz: competir no mais alto nível e continuar lutando", acrescentou.

Nadal destacou que as apenas duas semanas que separam Roland Garros de Wimbledon este ano - o torneio francês foi adiado devido à pandemia - o impediram de se recuperar "da sempre exigente temporada de quadra de saibro".

"Foram dois meses de muito esforço e a decisão que tomo é focada no médio e longo prazo", justificou.

"Neste momento da minha carreira como atleta, uma parte importante é a prevenção de qualquer tipo de excesso no meu corpo que possa impedir novas disputas em médio e longo prazo pelos títulos", declarou o jogador, que na última edição de Roland Garros caiu nas semifinais perante o sérvio Novak Djokovic, líder do ranking mundial.

O tenista espanhol também comentou que os Jogos Olímpicos "significaram muito" na sua carreira e "foram sempre uma prioridade como atleta".

"Encontrei o ambiente que todo atleta quer sentir pelo menos uma vez e pessoalmente tive a sorte de vivê-los intensamente em três ocasiões e também de ser o porta-bandeira do meu país", lembrou Nadal, que foi campeão olímpico individual em Pequim 2008 e em duplas na Rio 2016 junto com Marc López.

Esporte