PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Alberto Fernández se despede de Maradona com camisa do Argentinos Juniors

26/11/2020 17h32

Buenos Aires, 26 nov (EFE).- O presidente da Argentina, Alberto Fernández, compareceu ao velório de Diego Maradona, celebrado na Casa Rosada, sede do governo argentino, e deixou sobre o caixão uma camisa do Argentinos Juniors (clube do qual é torcedor e onde o craque foi revelado) e um par de panos brancos, símbolo das Mães da Praça de Maio (organização de mães que tiveram filhos mortos ou desaparecidos na ditadura militar).

Fernández, fã de Maradona e torcedor do Argentinos Juniors, colocou a sede do governo à disposição da família do astro para a realização do velório e decretou três dias de luto nacional.

O mandatário chegou ao velório acompanhado da esposa, Fabiola Yáñez, e do chefe do gabinete de ministros, Santiago Cafiero. Visivelmente emocionado, Fernández abraou Dalma e Gianinna, filhas de Maradona, e a ex-esposa do craque, Claudia Villafañe. Yáñez deixou flores sobre o caixão.

O público no velório aplaude e grita repetidamente: "Vamos, Diego". O caixão de Maradona está fechado e coberto com a bandeira da Argentina, uma camisa do Boca Juniors e outra da seleção argentina. No chão, há flores, camisas e bandeiras deixadas pelo público.

Após deixarem a camisa e as flores, o presidente, a primeira-dama e ministros se mantiveram a alguns metros do caixão, atrás da família.

Maradona foi revelado pelo Argentinos Juniors no dia 20 de outubro de 1976, e jogou no clube até 1980. No ano seguinte, assinou com o Boca Juniors. Ao longo da vida, o craque manifestou apoio às organizações Mães da Praça de Maio e Avós da Praça de Maio em diversas ocasiões.

Esporte