PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Simeone descreve sentimentos após queda na Champions: "Amargura, tristeza"

14/08/2020 03h35

Redação Central, 13 ago (EFE).- O técnico Diego Simeone, do Atlético de Madrid, lamentou bastante a derrota desta quinta-feira para o RB Leipzig por 2 a 1, que derrubou a equipe espanhola nas quartas de final da Liga dos Campeões, mas admitiu que o adversário foi superior no duelo realizado no estádio José Alvalade, em Lisboa.

"Amargura, tristeza. Estávamos em busca de mais, queríamos mais. Mas está claro pra mim que demos tudo que tínhamos. Evidentemente, quando se perde, quando não se consegue o resultado que garante a classificação, se busca uma situação que poderia ter sido diferente. Mas os jogadores fizeram tudo para chegar do melhor jeito ao final de uma temporada muito longa, cheia de dúvidas", analisou Simeone em entrevista coletiva realizada por teleconferência.

"A sensação é de amargura. Eu sei que eles deram tudo. Que poderíamos ter feito melhor, claro, óbvio, mas do ponto de vista emocional, do trabalho, da preparação, de chegar com ansiedade no momento de jogar, não tenho nada a dizer a ninguém que está aqui", completou.

O Leipzig saiu à frente no placar no começo do segundo tempo, com gol de Dani Olmo. João Félix, de pênalti, deixou tudo igual, mas Adams marcou o gol da classificação do time alemão nos instantes finais. O técnico argentino reconheceu que o adversário jogou melhor.

"Eles foram melhores, tiveram mais intensidade, mais velocidade. No segundo tempo, depois da entrada de João Félix, começou a criar mais jogadas, trocar mais passes, e aí veio o pênalti e parecia que a partida se encaminharia para termos mais chances. Entendo que eles foram melhores, que estiveram mais ativos, sofreram mais faltas, tiveram maior posse de bola. Foram melhores", comentou.

Simeone, no entanto, fez um balanço positivo da temporada e enalteceu o terceiro lugar no Campeonato Espanhol. O Atlético ficou atrás apenas do campeão Real Madrid e do Barcelona, segundo colocado.

"Foi uma temporada complexa, com a terceira posição (no Espanhol), que nos permite estar na Champions novamente na próxima temporada. Melhoramos o que fizemos na temporada passada, quando caímos nas oitavas (da Liga dos Campeões) e vamos tentar ser ainda melhores na próxima", encerrou. EFE

id/dr

Esporte