PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Juve e Lyon duelam por vaga nas quartas de final da Liga dos Campeões

06/08/2020 19h15

Roma, 6 ago (EFE).- Juventus e Lyon se reencontrarão neste sábado, na Itália, mais de cinco meses após duelo na França, em que os anfitriões levaram a melhor por 1 a 0, para definir mais um classificado às quartas de final da Liga dos Campeões.

Na ida, no Groupama Stadium, os donos da casa levaram a melhor graças a gol do meia francês Lucas Tousart. Com isso, para a volta, levam a vantagem de poder empatar o perder pela margem mínima - desde que balancem a rede uma vez -, para avançar. Em caso a Juve devolva o placar, haverá prorrogação.

Curiosamente, o artilheiro solitário da partida disputada em 26 de fevereiro foi um dos jogadores que o Lyon excluiu da lista de inscritos na 'Champions', já que ele foi negociado com o Hertha Berlim, que exigiu reapresentação em 31 de julho.

O zagueiro Mapou Yanga-Mbiwa e o atacante Martin Terrier, ambos franceses, também não participarão da reta final da competição. O primeiro ficou sem contrato e não acertou prorrogação do vínculo e o segundo foi vendido para o Rennes.

Na Juve, a única alteração na lista de inscritos foi a saída do volante alemão Sami Khedira, que se recupera de grave lesão e que deu lugar ao zagueiro turco Merih Demiral.

Para este duelo das oitavas de final, as duas equipes chegam depois de diferentes retomadas do futebol. O representante italiano, passada a paralisação por causa da pandemia da Covid-19, a doença provocada pelo novo coronavírus, conquistou o Campeonato Italiano pela nova vez seguida e foi vice da Copa da Itália.

Do fim de julho até a data do novo jogo com o Lyon, a Juventus fez 14 partidas oficiais, com seis vitórias, quatro empates e quatro derrotas (duas delas com o 'scudetto' já assegurado).

O time dos laterais Rafael e Marçal, do zagueiro Marcelo e dos meias Bruno Guimarães, Thiago Mendes e Jean Lucas, por sua vez, viu o Campeonato Francês ser dado por encerrado e só teve um compromisso oficial, a derrota nos pênaltis para o Paris Saint-Germain, na final da Copa da Liga nacional.

Na busca de reverter a derrota sofrida na ida, a Juventus ainda não sabe se contará com o melhor jogador do Italiano - conforme anúncio feito nessa semana -, o atacante argentino Paulo Dybala, que se recupera de uma lesão muscular.

O camisa 10, na véspera do duelo, treino separado do restante do elenco, o que aumentou as dúvidas sobre a participação, ao menos, na totalidade da partida. O centroavante, também argentino, Gonzalo Higuaín, é o provável substituto.

No Lyon, as dúvidas são no sistema defensivo, sobre as condições do zagueiro Marcelo e do lateral-direito holandês Kenny Tete. O ex-jogador do Santos tem mais chances de atuar, formando trio defensivo com o belga Jason Denayer e o compatriota Marçal.

O vencedor da série que desta sexta-feira se classificará para o 'final 8', que acontecerá em Portugal, a partir do dia 12. O primeiro desafio será pegar o ganhador do duelo entre Manchester City e Real Madrid, que terá o desfecho no sábado.

Prováveis escalações:.

Juventus: Szczesny; Cuadrado, Bonucci, De Ligt e Alex Sandro; Bentancur, Pjanic e Rabiot; Bernardeschi, Cristiano Ronaldo e Higuaín. Técnico: Maurizio Sarri.

Lyon: Lopes; Denayer, Marcelo e Marçal; Dubois, Caqueret, Bruno Guimarães, Aouar e Cornet; Depay e Dembélé. Técnico: Rudi Garcia.

Árbitro: Felix Zwayer (Alemanha), auxiliado pelos compatriotas Thorsten Schiffner e Marco Achmüller.

Estádio: Juventus Stadium, em Turim (Itália).

Esporte