PUBLICIDADE
Topo

Basquete

Jogadores e dirigentes da NBA criam fundação de apoio à população negra

Adam Silver, comissário da NBA, diz que programa pode criar mobilidade econômica substancial dentro da comunidade negra - STREETER LECKA / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / AFP
Adam Silver, comissário da NBA, diz que programa pode criar mobilidade econômica substancial dentro da comunidade negra Imagem: STREETER LECKA / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / AFP

06/08/2020 04h31

O Conselho de Governadores da NBA estabeleceu hoje, em parceria com a Associação Nacional de Jogadores de Basquete (NBPA), a criação de uma fundação para apoiar a comunidade negra nos Estados Unidos e no Canadá.

Durante os próximos dez anos, os 30 proprietários de equipes contribuirão anualmente com US$ 30 milhões para fortalecer a fundação, que, segundo os dirigentes, mira impulsionar o poder econômico dessas pessoas através do emprego e do avanço na carreira.

"Queremos aumentar o acesso e o apoio a homens e mulheres negros em todos os setores da educação e do treinamento profissional através do apoio oferecido a organizações nacionais e locais nos Estados Unidos e no Canadá", disseram atletas e donos de franquia em comunicado.

A Fundação NBA se concentrará em três pontos críticos de transição de emprego para a comunidade negra: conseguir um primeiro emprego, garantir emprego após o ensino médio ou faculdade e avançar na carreira uma vez empregado.

Por meio de contribuições, a organização aprimorará e fará crescer o trabalho de organizações nacionais e locais dedicadas à educação e trabalho da comunidade. Também haverá investimentos em programas de emprego e estágio para jovens, oportunidades de emprego e aprendizagem, caminhos de desenvolvimento fora do ensino superior tradicional, mentoria de carreira, trabalho em rede e parcerias específicas com faculdades e universidades historicamente negras.

"Estamos comprometidos em apoiar e capacitar homens e mulheres negros", disse o presidente do Conselho da NBA e representante do Toronto Raptors, Larry Tanenbaum.

O presidente do Sindicato dos Jogadores, o armador Chris Paul, do Oklahoma City Thunder, declarou que a criação desta fundação é um passo importante no desenvolvimento de mais oportunidades para a comunidade negra.

A diretora executiva do sindicato dos jogadores, Michele Roberts, destacou a grande oportunidade que a comunidade negra tem para conseguir recursos econômicos importantes e a grande plataforma que é a NBA.

"Acreditamos que através de programas focalizados em nossos mercados e em nível nacional, juntamente com medidas claras e específicas de desempenho, podemos promover metas compartilhadas de criação de mobilidade econômica substancial dentro da comunidade negra", enalteceu o comissário da NBA, Adam Silver.

Basquete