PUBLICIDADE
Topo

CAS revoga suspensão de 2 anos imposta pela Uefa ao Manchester City

13/07/2020 12h25

Londres, 13 jul (EFE).- A Corte Arbitral do Esporte (CAS) anunciou nesta segunda-feira a revogação da suspensão de dois anos imposta pela Uefa ao Manchester City, que fica livre para disputar a próxima edição da Liga dos Campeões.

O órgão, instância máxima da justiça esportiva, concluiu que o clube inglês não descumpriu regras do Fair Play Financeiro da entidade continental, no entanto, deixou de cooperar com as investigações.

A CAS entendeu que, a maioria das infrações que a Uefa considerou como tendo sido cometidas pelos 'Citizens' não foram provadas ou prescreveram.

A multa imposta pela confederação continental foi reduzida de 30 milhões de euros (R$ 181,4 milhões), para 10 milhões de euros (R$ 60,4 milhões), que é a punição pela não colaboração.

A suspensão do City foi anunciada em 14 de fevereiro, por descumprimento das normas de licenciamento e do Fair Play Financeiro da entidade. O clube foi acusado de inflar o valor recebido como patrocínio, nas informações financeiras dadas de 2012 a 2016.

Com isso, a Uefa puniu a equipe de Manchester com dois anos de suspensão em competições continentais, a começar pela próxima temporada. Matematicamente assegurado em segundo no Campeonato Inglês, o clube já está classificado para a Liga dos Campeões.

Em nota, a direção do City divulgou que ainda não conhecia o teor da decisão, mas comemorava a divulgação do resultado da avaliação do painel da CAS, que se debruçou sobre o caso.

Esporte