PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Novo Estádio Olímpico de Tóquio é inaugurado 7 meses antes das Olimpíadas

O Novo Estádio Olímpico Nacioal foi inaugurado com a presença do primeiro-ministro, Shinzo Abe - Reuters
O Novo Estádio Olímpico Nacioal foi inaugurado com a presença do primeiro-ministro, Shinzo Abe Imagem: Reuters

Da EFE, em Tóquio

15/12/2019 08h10

O novo Estádio Olímpico de Tóquio foi inaugurado neste domingo, sete meses antes do início dos Jogos Olímpicos organizados pelo Japão.

Com capacidade para 68 mil pessoas e detalhes que destacam a importância que os japoneses dão à natureza, o estádio foi inaugurado com a presença do primeiro-ministro do país, Shinzo Abe.

As obras duraram três anos e terminaram em novembro. O estádio custou US$ 1,43 bilhões (cerca de R$ 5,9 bilhões), valor ligeiramente abaixo do orçamento aprovado. O projeto inicial chegou a ser descartado pelo governo por ser considerado caro demais.

"Esse local deixará uma marca na história", afirmou Abe.

O principal palco de Tóquio 2020 foi erguido em um local antes ocupado pelo estádio usado pelo Japão para sediar os Jogos Olímpicos de 1964. Além de sediar as cerimônias de abertura e encerramento, o espaço receberá as provas de atletismo.

Os responsáveis pelo projeto destacaram a ênfase no meio ambiente durante a construção.

O telhado é sustentado com vigas de ferro e madeira. Junto com o círculo central descoberto, a estrutura dá a sensação de que os espectadores estão dentro de um grande ninho.

Dezenas de milhares de árvores estão sendo plantadas nos arredores do estádio para reforçar o desejo dos arquitetos de que a obra destaque a madeira e o verde presentes no projeto.

O estádio conta com um sistema para armazenar água das chuvas, que será utilizada para irrigar o campo e as árvores plantadas no lado externo.

O local será inaugurado no próximo dia 1º de janeiro com a decisão da Copa do Imperador. O torneio ainda está na fase semifinal e os finalistas serão definidos na próxima semana. EFE

Esporte