PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Mesmo punida, Rússia diz que receberá jogos da Euro e final da Champions

Troféu da Uefa Champions League - AFP PHOTO / LLUIS GENE
Troféu da Uefa Champions League Imagem: AFP PHOTO / LLUIS GENE

Da EFE

Em Moscou

09/12/2019 10h24

A Rússia sediará as partidas da Eurocopa-2020 e a final da Liga dos Campeões da Europa em 2021, afirmou hoje Vyacheslav Koloskov, presidente de honra da União de Futebol da Rússia, apesar da sanção de quatro anos imposta hoje contra o esporte russo por doping.

"Essa decisão não afeta de forma alguma a realização dos jogos da Euro 2020 e a final da Liga dos Campeões. A decisão da Agência Mundial Antidoping (Wada) não anula a decisão da Uefa. Não há razões para isso", disse Koloskov, ex-vice-presidente da Fifa, disse à agência russa "Interfax".

A cidade de São Petersburgo, sediará em junho do ano que vem, três partidas da primeira fase da Euro e, em 3 de julho, uma das quartas de final do torneio.

Além disso, São Petersburgo, cujo estádio sediou as semifinais da Copa do Mundo do ano passado, receberá em 2021 a decisão da Champions.

A imprensa russa também especulou sobre a possibilidade de a Rússia não poder participar da Copa do Mundo no Qatar, em 2022, embora Moscou espere que a Fifa mantenha sua independência das decisões da Wada.

A Wada sancionou hoje o esporte russo com uma suspensão de quatro anos por manipulações no banco de dados do laboratório de Moscou, deixando o país fora de importantes eventos esportivos, como os Jogos Olímpicos de Tóquio no ano que vem, da Copa do Qatar, além das Olimpíadas de Inverno de Pequim, também em 2022.

Futebol