Topo

Contratação de Neymar era economicamente sustentável, diz cartola do Barça

Franck Fife/AFP
Imagem: Franck Fife/AFP

19/09/2019 09h42

A contratação de Neymar na última janela de transferências não teria desequilibrado as contas do Barcelona porque era uma operação "economicamente sustentável", segundo revelou o tesoureiro e vice-presidente do clube catalão, Enrique Tomas.

"Era sustentável por causa das diferentes opções que oferecemos ao Paris Saint-Germain. Era uma operação viável", declarou o dirigente durante a apresentação do balanço do ano passado e do orçamento para a atual temporada.

Sem entrar em detalhes, Enrique Tomas se referiu ao equilíbrio que seria obtido com a chegada de Neymar e a saída de determinados jogadores, que representaria um alívio na folha de pagamento caso o clube parisiense tivesse aceitado os nomes oferecidos.

Diretor executivo do Barcelona, Oscar Grau reforçou essa visão. "Foi um pedido da área esportiva e do técnico. Fizemos todo o possível para que Neymar viesse ao clube, mas de uma forma sustentável. O Paris Saint-Germain rejeitou todas as alternativas que oferecemos. Pensávamos em contratá-lo, mas dentro de uma sustentabilidade econômica", disse.

Grau garantiu que o Barcelona não tem em mente nenhuma contratação para a janela de inverno e ressaltou que o planejamento do próximo ano ainda não foi realizado.

Veja os selecionáveis que mudaram de time na janela europeia

UOL Esporte

Barcelona