Topo

Esporte


Valencia demite Marcelino e anuncia Celades como técnico até 2021

11/09/2019 15h02

Valência (Espanha), 11 set (EFE).- O Valencia anunciou nesta quarta-feira a demissão do técnico Marcelino García Toral, que vivia o começo de sua terceira temporada à frente da equipe, e a contratação de Albert Celades, que assinou contrato válido até 2021.

"O Valencia CF chegou nesta quarta-feira a um acordo com Albert Celades, pelo qual se torna a partir de hoje novo treinador do time principal até o 30 de junho de 2021. O novo técnico dirigirá o primeiro treino ainda hoje", afirmou a diretoria dos 'Ches' em comunicado.

Embora não haja um posicionamento oficial, tudo indica que a saída de Marcelino, que na última temporada levou o Valencia ao título da Copa do Rei, se deve a conflito com o proprietário do clube, Peter Lim.

"O clube quer agradecer o seu trabalho e dedicação durante o seu etapa na nossa entidade e desejar-lhe o maior sucesso no futuro", escreveu o Valencia em breve comunicado em seu site oficial.

Na atual temporada, o time do zagueiro Gabriel Paulista acumulou até agora uma vitória, um empate e uma derrota pelo Campeonato Espanhol, do qual é décimo colocado. Os 'Ches' disputarão a fase de grupo da Liga dos Campeões, em que jogarão contra Ajax, Chelsea e Lille.

Em entrevista coletiva, Celades demonstrou certo desconforto com relação à forma como foi dada a saída de Marcelino, mas se disse feliz com a oportunidade de treinar o Valencia.

"Está claro que não é uma situação normal, todos somos conscientes. Não disponho de toda a informação. Mas é um desafio maravilhoso, independentemente da situação. Um treinador sempre espera um convite como este, de um clube muito grande. É uma oportunidade muito grande e um desafio muito grande", declarou o técnico, que foi assistente de Julen Lopetegui na curta passagem pelo Real Madrid, no ano passado.

O ex-volante, que como jogador defendeu Barcelona e Real, entre outros, afirmou que pretende manter o estilo definido por seu antecessor.

"Não viemos para romper com o que já existe, de forma alguma. Temos muito respeito e uma opinião muito boa sobre Marcelino e seu staff. Vamos tentar continuar estimulando as suas características para que coisas boas continuem acontecendo", prometeu. EFE

Mais Esporte