Topo

Esporte


Com gol aos 20 segundos, Boca Juniors assume a liderança do Argentino

25/08/2019 22h30

Buenos Aires, 25 ago (EFE).- O Boca Juniors venceu neste domingo o Banfield por 1 a 0, fora de casa, e assumiu a liderança do Campeonato Argentino, ao chegar aos dez pontos e superar o San Lorenzo, que tem a mesma pontuação, graças ao saldo de gols.

O gol solitário da partida foi marcado antes mesmo do relógio marcar um minuto do primeiro tempo, aos 20 segundos, pelo atacante Franco Soldano. O camisa 27 foi contratado há menos de um mês pelos 'Xeneizes', por empréstimo junto ao Olympiacos, da Grécia.

O time do volante italiano Daniele De Rossi, que foi titular e ficou em campo até o apito final, jogou com um a menos a partir dos 33 da etapa complementar, quando o volante argentino Agustín Almendra recebeu cartão vermelho.

Com a vitória, o Boca Juniors - que reencontrará a LDU de Quito, do Equador na próxima quarta-feira, após ter vencido jogo de ida pelas quartas de final da Taça Libertadores por 3 a 0 -, chegou aos dez pontos. A equipe está na liderança do Argentino por ter saldo de positivo de cinco gols.

O San Lorenzo está na segunda posição, com dez pontos e saldo positivo de quatro, após ter ganho do Arsenal de Sarandí, então líder da competição, por 2 a 0, na última sexta-feira.

O River Plate, que lutará na quinta-feira pela vaga nas semis da Libertadores, em reencontro com o Cerro Porteño, após ter ganho na ida por 2 a 0, foi derrotado neste domingo pelo Talleres pelo placar mínimo, em pleno estádio Monumental de Núñez.

O gol solitário da partida foi marcado pelo atacante argentino Nahuel Bustos, aos 18 da etapa complementar. Nos acréscimos, os donos da casa ficaram com um homem a menos, devido a expulsão do zagueiro Javier Pinola.

Em outros jogos deste domingo, o Lanús bateu o Unión por 2 a 1, fora de casa; o Godoy Cruz superou de virada o Estudiantes pelo mesmo placar, dentro de seus domínios; e o Racing não foi além do empate sem gols com o recém-ascendido Central Córdoba, em jogo que atuou como visitante. EFE

Mais Esporte