PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Cruzeiro vai atrás da 2ª vitória na Libertadores contra time venezuelano

12/03/2019 13h48

Belo Horizonte, 12 mar (EFE).- O Cruzeiro vai atrás nesta quarta-feira, às 19h15 (de Brasília), da segunda vitória no grupo B da Taça Libertadores, em duelo com o Deportivo Lara, da Venezuela, que será disputado no Mineirão, em Belo Horizonte.

Os comandados por Mano Menezes assumiram a liderança isolada da chave na semana passada, ao bater o Huracán, na Argentina, por 1 a 0, graças a gol do meia Rodriguinho. O adversário da Raposa, por sua vez, ficou no empate sem gols com o Emelec, do Equador, dentro de seus domínios.

Para o jogo desta quarta-feira, a grande novidade no Cruzeiro, com relação a estreia, será o retorno do zagueiro Dedé, que cumpriu suspensão. Dessa forma, Murilo voltará ao banco de reservas, após atuar ao lado de Léo, que também será titular no Mineirão.

O grande desfalque é o meia Thiago Neves, que sofreu lesão na panturrilha direita, voltou em partida com o Tombense, pelo Campeonato Mineiro, mas, admitiu "não estar pronto" para atuar novamente. Apesar de não ter havido detecção de recaída, nos exames, o jogador está vetado.

Sem o camisa 10, o setor ofensivo da Raposa deverá ser formado por Robinho, Rodriguinho, Rafinha e Fred. Além disso, Fábio é presença quase certa no gol, Edílson e Egídio nas laterais, e Romero e Henrique na cabeça de área.

O Deportivo Lara, por sua vez, viaja para o Brasil em meio ao caos político na Venezuela, o que chegou a gerar incerteza sobre o embarque. A delegação só levantaria voo do aeroporto Arturo Michelena, na cidade de Valência, às 14h locais (15h de Brasília), e tinha chegada prevista para 21h locais (22h de Brasília).

O pouso em Belo Horizonte aconteceria menos de 24 horas antes do duelo com Cruzeiro, descumprindo assim o regulamento da competição, que só abre exceção para a presença na cidade onde a partida acontecerá, em caso de altitude.

Prováveis escalações:.

Cruzeiro: Fábio; Edilson, Dedé, Léo e Egidio; Henrique, Romero; Robinho, Rodriguinho e Rafinha; Fred. Técnico: Mano Menezes.

Deportivo Lara: Salazar; Vargas, Di Giorgi, Miers Aponte; Yriarte, Bueno, Centeno e Di Renzo; Moreno. Técnico: Leonardo González.

Árbitro: Piero Maza (Chile), auxiliado pelos compatriotas José Retramal e Claudio Urrutia.

Estádio: Mineirão, em Belo Horizonte. EFE

Esporte