PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Barça, Lyon, Bayern e Liverpool brigam por últimas 2 vagas nas quartas

12/03/2019 12h32

Redação Central, 12 mar (EFE).- Os jogos entre Barcelona e Lyon, na Espanha, e Bayern de Munique e Liverpool, na Alemanha, definirão nesta quarta-feira os dois últimos classificados às oitavas de final da Liga dos Campeões, em duas séries que vão para a volta após empates em 0 a 0.

O time catalão parou em grande atuação do goleiro francês Anthony Lopes, na partida disputada no dia 19 de fevereiro, no Groupama Stadium. O alemão Marc-André ter Stegen também foi um dos destaques, mas, os visitantes, embora pouco inspirados, estiveram sempre mais perto da vitória.

O Barça, no entanto, precisará estar vacinado contra visitantes atrevidos, que superaram o menor favoritismo, para avançar às quartas de final da 'Champions'. São os casos de Ajax e Manchester United, que despacharam Real Madrid e Paris Saint-Germain, respectivamente, com direito a vitórias fora de casa.

Para o jogo no estádio Camp Nou, a única dúvida para o técnico Ernesto Valverde é quanto a possibilidade de utilizar o atacante francês Ousmane Dembélé, que se recupera de distensão muscular na coxa esquerda, sofrida durante o jogo com Rayo Vallecano, realizado no sábado, pelo Campeonato Espanhol.

Se o camisa 11 ficar fora, há duas opções para o comandante do Barça, a manutenção do esquema com três atacantes, com Philippe Coutinho ou Malcom atuando pelo lado esquerdo; ou a opção por esquema com quatro meias e dois homens de frente, no caso, Lionel Messi e Luis Suárez.

Se optar pela segunda versão, Arturo Vidal e Sergi Roberto poderiam ser acrescentados ao setor intermediário. Caso o espanhol seja avançado, o lateral-direito Nélson Semedo aparecerá no time titular.

No mais, não há qualquer dúvida na escalação que Valverde levará a campo nesta quarta-feira para enfrentar o Lyon, com Ter Stegen no gol; Piqué, Lenglet e Alba na linha defensiva; e Busquets, Arthur e Rakitic no meio.

Para tentar superar um Barcelona invicto há 29 jogos em casa, o Lyon tentará repetir o que fez na fase de grupos, em que, no mínimo, empatou marcando gols. Na estreia, a equipe bateu o Manchester City por 2 a 1, na Inglaterra. Depois, empatou com o Hoffenheim em 3 a 3, na Alemanha, e com o Shakhtar Donetsk em 1 a 1, na Ucrânia.

O único problema para o técnico Bruno Genesio é o zagueiro brasileiro Marcelo, ex-Santos, que sofreu problema muscular na coxa esquerda no fim de semana, em que o time empatou com o Strasbourg em 2 a 2, pelo Campeonato Francês.

O jogador é dúvida para o reencontro com o Barcelona e pode ser substituído por Kenny Tete, o que significaria a ida de Leo Dubois para a zaga. O lateral-direito holandês, no entanto, pode ser escalado mesmo que o brasileiro atue, com a possibilidade do alinhamento com uma linha de cinco homens na retaguarda.

O outro jogo desta quarta-feira será realizado na Allianz Arena, entre Bayern de Munique e Liverpool, atual vice-campeão continental. Assim como no duelo da Catalunha, o vencedor avançará, o visitante tem a vantagem do empate com gols, e se houver novo 0 a 0, haverá prorrogação.

A momento das duas equipes é oposto, pois, enquanto o time bávaro assumiu no fim de semana a liderança do Campeonato Alemão, depois de golear o Wolfsburg por 6 a 0. Com cinco vitórias seguidas, os comandados pelo croata Nico Kovac tem os mesmos 57 pontos do Borussia Dortmund, mas, agora levam vantagem no saldo.

Os 'Reds', por outro lado, venceu três dos últimos sete jogos que realizou no Campeonato Inglês, em período que empatou quatro vezes. Com isso, a equipe deixou de ocupar a ponta da competição, ao ser ultrapassado pelo Manchester City.

Para o duelo decisivo, o Bayern tem um desfalque certo, o polivalente meia Joshua Kimmich, que é o titular da lateral-direita e está suspenso, assim como o meia-atacante Thomas Müller, que vem ficando no banco. As opções do comandante para a defesa do time são a entrada de Rafinha ou do zagueiro Jérome Boateng.

Outra dúvida é se o atacante francês Franck Ribéry, que deu três passes para gol na vitória sobre o Wolfsburg, ganhará oportunidade de ser titular mais uma vez. Se o veterano atuar, o compatriota Kingsley Coman iria para o banco de reservas.

No Liverpool, o lateral-direito Joe Gómez e o meia-atacante Alex Oxlade-Chamberlain, que se recuperam de lesão, estão vetados para a partida. Com isso, o técnico alemão Jürgen Klopp deverá colocar em campo o que considera a força máxima, depois de poupar diversos titulares na vitória sobre o Burnley, pelo Inglês.

No ataque, está confirmada a presença do trio formado por Roberto Firmino, Mohamed Salah e Sadio Mané. O goleiro Alisson também é titular certo, enquanto o polivalente Fabinho, que vem atuando, inclusive, como zagueiro, luta para aparecer no 11 inicial. EFE

Esporte