PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Ídolo do Santos e campeão do mundo em 1962, Coutinho morre aos 75 anos

11/03/2019 22h48

São Paulo, 11 mar (EFE).- O ex-jogador Coutinho, uma das maiores lendas do Santos ao lado de Pelé e campeão do mundo com a seleção brasileira em 1962, morreu nesta segunda-feira aos 75 anos, segundo informou o clube.

"É com profundo pesar que comunicamos o falecimento de Antônio Wilson Vieira Honório, o eterno ídolo Coutinho, aos 75 anos de idade", afirmou o Santos em comunicado.

Embora a causa da morte ainda não tenha sido confirmada, Coutinho chegou a ser internado no fim de janeiro com pneumonia. O ex-jogador também já havia apresentado problemas com a diabetes e com a pressão, mas sem gravidade.

Coutinho, que é o terceiro maior goleador da história do Santos com 368 gols em 457 jogos, morreu em sua casa.

No Santos, o ex-atacante formou uma das duplas mais icónicas e letais da história do futebol ao lado de Pelé, com quem também foi campeão no Mundial do Chile de 1962.

Nascido em 11 de junho de 1943, na cidade de Piracicaba, no interior de São Paulo, Coutinho conquistou cinco vezes o Campeonato Brasileiro (1961, 1962, 1963, 1964 e 1965), duas vezes a Libertadores (1962 e 1963), duas vezes o Mundial (1962 e 1963) e seis vezes o Paulistão (1960, 1961, 1962, 1964, 1965 e 1967), entre outros títulos. EFE

Esporte