PUBLICIDADE
Topo

Esporte

José Chamot assume o comando do Libertad, rival do Grêmio na Libertadores

08/03/2019 16h02

Assunção, 8 mar (EFE).- O ex-zagueiro argentino José Chamot foi apresentado nesta sexta-feira como novo técnico do Libertad e reconheceu ser um novato na profissão, mas aceitou o desafio de dar sequência ao bom momento do time paraguaio na Taça Libertadores, pela qual enfrentará o Grêmio na próxima terça-feira, pelo grupo H.

Aos 49 anos, Chamot terá a sua primeira grande experiência como técnico, às vésperas da importante partida contra o time brasileiro. O novo treinador chega após a polêmica saída do colombiano Leonel Álvarez, que segundo o clube foi demitido por ter descumprido uma cláusula do contrato.

"O Libertad é um clube para o qual vim porque me interesso em saber e aprender sobre futebol", explicou Chamot, ao assumir que tem "debilidades" por causa da falta de experiência, mas que diz que contar com uma boa comissão técnica para promover "equilíbro".

Sobre a sua forma de entender o futebol, o ex-jogador reconheceu que aprendeu muito com alguns dos treinadores com os quais trabalhou quando jogava, como o argentino Marcelo Bielsa e o italiano Carlo Ancelotti.

Chamot estreará neste sábado contra o Sportivo Luqueño no Torneio Apertura do Campeonato Paraguaio. Na terça-feira, terá a primeira prova de fogo ao visitar o Grêmio pela segunda rodada da fase de grupos da Libertadores.

Atualmente, o Libertad lidera o grupo com 3 pontos, após ter goleado a Universidad Católica por 4 a 1 na estreia. Grêmio e Rosário Central dividem a segunda posição por terem empatado em 1 a 1 na primeira rodada. EFE

Esporte