PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Grêmio começa luta pelo tetra da Libertadores com empate em Rosário

07/03/2019 00h02

Rosário (Argentina), 6 mar (EFE).- O Grêmio iniciou a campanha em busca do tetracampeonato da Taça Libertadores com um empate com o Rosario em 1 a 1 no estádio Gigante de Arroyito nesta quarta-feira, em partida válida pelo grupo H e que foi decidida com dois gols marcados logo no começo.

Nem bem a bola rolou e com um minuto no primeiro tempo Zampedri fez 1 a 0 para a equipe anfitriã. pouco depois, aos 12, Everton deixou tudo igual e deu números finais ao confronto realizado na cidade de Rosário.

Dessa forma, a equipe brasileira e a argentina saem atrás do Libertad, que ontem estreou goleando a Universidad Católica por 4 a 1 em Assunção e lidera a chave. O representante paraguaio, aliás, será o próximo adversário do Tricolor pela Libertadores, já na terça-feira da semana que vem, na Arena do Grêmio.

O time anfitrião teve dois desfalques na defesa, o zagueiro Caruzzo, substituído por Cabezas, e o lateral-esquerdo Parot, que obrigou o técnico Paulo Ferrari a improvisar Molina, que atua na direita. No tricampeão, Michel, machucado, deu lugar a Romulo.

O 'Canalla', como os donos da casa também são conhecidos, abriram o placar logo com um minuto. Molina fez ótimo passe na esquerda para Gil, que fez o cruzamento. Zampedri subiu mais que Kannemann, cabeceou no contrapé do goleiro Paulo Victor e balançou a rede.

O empate poderia ter acontecido aos 11, quando Marinho desarmou Cabezas no campo de ataque e deu para Felipe Vizeu, que passou para Everton. O camisa 11 limpou a marcação, mas Ledesma salvou com linda defesa.

Entretanto, um minuto depois, o goleiro argentino não teve muito que fazer. Marinho fez linda inversão até Everton, que na segunda chance driblou dois defensores e tocou por baixo de Ledesma para deixar tudo igual.

O Rosario atacava mais, mas o Grêmio fazia bem o uso de uma de suas principais armas, o contra-ataque. Aos 28, Leonardo acelerou pela direita, cortou Molina e levantou para Vizeu, que cabeceou firme. Ledesma desviou, a bola bateu no travessão e não entrou. O centroavante teve nova oportunidade aos 34, após cruzamento rasteiro de Bruno Cortez, mas nesta ele mandou diretamente para fora.

A resposta dos donos da casa foi dada aos 37, em bonito pivô feito por Zampedri. O autor do gol preparou para Gil, que encheu o pé, mas Paulo Victor espalmou e evitou o desempate.

No segundo tempo, a partida ficou truncada, e um lance de maior perigo aconteceu apenas aos 20 minutos. Matheus Henrique, que havia acabado de entrar em lugar de Luan, chutou forte, e Ledesma desviou em escanteio.

O Tricolor até voltou a balançar a rede, aos 30, mas o gol foi anulado. Marinho e Maicon se atrapalharam, e Everton ficou com a sobra, mas finalizou em impedimento. Na sequência, aos 37, Molina cruzou fechado e encontrou Camacho, que quase encobriu Paulo Victor, mas o arqueiro gremista segurou.

Nos acréscimos, aos 47, os visitantes estiveram a centímetros do desempate, mas a bola não entrou. Jean Pyerre, outro que saiu do banco de reservas, bateu colocado da entrada da área e acertou o travessão. Matheus Henrique ainda ficou com o rebote, mas concluiu em tiro de meta.

Ficha técnica:.

Rosario Central: Ledesma; Bettini (Rizzi), Cabezas, Barbieri e Molina; Rinaudo, Gil, Aguirre, Allione (Camacho) e Riaño; Zampedri (Lovera). Técnico: Paulo Ferrari.

Grêmio: Paulo Victor; Leonardo, Pedro Geromel, Kannemann e Bruno Cortez; Romulo, Maicon (Jean Pyerre) e Luan (Matheus Henrique); Marinho, Everton e Felipe Vizeu (André). Técnico: Renato Gaúcho.

Árbitro: Roddy Zambrano (Equador), auxiliado pelos compatriotas Byron Romero e Juan Macias.

Cartões amarelos: Zampedri (Rosario Central); Pedro Geromel e Matheus Henrique (Grêmio).

Gols: Zampedri (Rosario Central); Everton (Grêmio).

Estádio: Gigante de Arroyito, em Rosário (Argentina). EFE

Esporte