PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Mourinho diz estar mais motivado do que nunca para voltar a trabalhar

27/02/2019 12h28

Roma, 27 fev (EFE).- Demitido pelo Manchester United em dezembro do ano passado, o técnico português José Mourinho afirmou nesta quarta-feira que está mais vontade do que nunca de voltar ao banco de reservas e que se vê motivado como no início de sua carreira.

"Sou o mesmo de sempre, estou acostumado a vencer todos os anos desde 2003. Só interrompei esse ritmo vencedor nos últimos 18 meses. Não se passaram 18 anos desde que venci a Liga Europa com o Manchester United e agora tenho mais vontade do que nunca de voltar", afirmou Mourinho em entrevista concedida ao jornal italiano "Gazzeta dello Sport".

"Estou em grande forma e motivado como no primeiro dia", acrescentou o técnico português, que já venceu 25 títulos na carreira no comando de Porto, Chelsea, Inter de Milão, Real Madrid e Manchester United.

Mourinho foi demitido pelos 'Diabos Vermelhos' após os resultados ruins do time no Campeonato Inglês. O relacionamento ruim do técnico com vários jogadores também influenciou na demissão.

Desde então, o "Special One" tem colaborado como comentarista de várias emissoras de televisão.

"É um período na minha vida no qual analiso o que vejo e o que leio. Agora olho ao meu redor, estudo e passo isso bem nas minhas colaborações na televisão. Estou tranquilo, mas, ao mesmo tempo, com uma vontade incrível de voltar", afirmou Mourinho.

O técnico português não deu dicas sobre que time gostaria de treinar, mas ressaltou que busca uma equipe na qual haja "empatia total, compromisso e pessoas felizes em trabalhar".

Perguntado sobre favoritos ao título da Liga dos Campeões, Mourinho também desconversou e disse que há muito equilíbrio.

"Estamos nas oitavas de final, é cedo para falar em favorito. A partir das quartas de final será diferente. Cada equipe terá 12,% de chances de ganhar. Estou convencido que veremos uma quarta de final muito boa e equilibrada", disse Mourinho. EFE

Esporte