PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Infantino espera acordo entre Cardiff e Nantes sobre transferência de Sala

27/02/2019 17h48

Roma, 27 fev (EFE).- O presidente da Fifa, Gianni Infantino, disse nesta quarta-feira que espera que Cardiff e Nantes cheguem a um acordo sobre o pagamento dos 17 milhões de euros acertados entre os dois clubes pela transferência de Emiliano Sala, morto em uma tragédia aérea no dia 21 de janeiro.

O Nantes apresentou hoje um recurso à Fifa para que a entidade exija que o Cardiff pague pela primeira parcela da transferência, de 6 milhões de euros, como combinado entre os dois clubes antes do acidente com o avião que levava Sala ao Reino Unido.

Um porta-voz da Fifa confirmou que recebeu o recurso do Nantes e informou que a entidade máxima do futebol abriu uma investigação sobre o caso. O Cardiff se comprometeu a honrar o acordo com o clube francês, mas, por enquanto, o dinheiro não foi depositado.

"Foi uma grave tragédia e estou ao lado da família de Sala. Há um órgão da Fifa que tomará as decisões necessárias. Não tenho conhecimento técnico e não vou comentar isso. Só desejo que os dois clubes cheguem a um acordo", afirmou Infantino.

O Nantes se baseia no artigo 12 do regulamento do estatuto de transferência de jogadores da Fifa e exige os 6 milhões de euros da primeira parcela da negociação. Sala foi vendido ao Cardiff por 19 milhões de euros, sendo 2 milhões de euros em bônus por desempenho.

O pagamento foi dividido em três parcelas: 6 milhões de euros na assinatura do contrato, outros 6 milhões de euros na temporada seguinte e o restante no terceiro ano do jogador com o Cardiff.

O contrato foi assinado em 21 de janeiro, mesmo dia em que o avião que levava o jogador de Nantes a Cardiff caiu no mar. O corpo de Sala foi encontrado no fundo do Canal da Mancha 18 dias depois. EFE

Esporte