PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Santos busca vitória contra River-URU para avançar na Sul-Americana

25/02/2019 16h35

São Paulo, 25 fev (EFE).- Protagonista de um bom começo de temporada, com apenas uma derrota em dez jogos oficiais, o Santos precisará vencer o River Plate do Uruguai nesta terça-feira, no Pacaembu, para se classificar para a segunda fase da Copa Sul-Americana e manter o embalo sob o comando do técnico Jorge Sampaoli.

Até agora, o Peixe perdeu apenas uma vez desde a chegada do treinador argentino, mas não foi uma derrota qualquer. O tricampeão da América foi goleado pelo Ituano por 5 a 1. Fora isso, somou seis vitórias e dois empates, um dele com o River em 0 a 0 em Montevidéu, no último dia 12.

Dessa forma, só a vitória interessa para o Alvinegro Praiano. A única maneira de avançar sem um triunfo no tempo normal seria repetir o empate sem gols e buscar a vaga na próxima fase na disputa de pênaltis.

Sampaoli vem rodando o elenco e poupou alguns titulares no 0 a 0 com o Palmeiras do último sábado, pelo Campeonato Paulista, e todos os jogadores estão bem fisicamente. Os desfalques para o duelo desta terça serão o meia Cueva e o atacante Rodrygo, suspensos, e o volante Jean Lucas, que só poderá ser inscrito caso o Santos se classifique.

Outra ausência no Pacaembu será a torcida, já que a equipe anfitriã precisará cumprir uma punição imposta pela Conmebol ainda decorrente dos problemas na inscrição do meia Carlos Sánchez na Taça Libertadores de 2018, que inclusive levaram à eliminação do time paulista da competição.

No River, o moral cresceu após a goleada sobre o Racing por 4 a 1 no último sábado, pela segunda rodada do Torneio Apertura do Campeonato Uruguaio, mesmo com time misto.

Os 'Darseneros' participam da Sul-Americana pela sexta vez na história. Até hoje, a melhor campanha foi a de 2009, que terminou nas semifinais. Na ocasião, ganharam da LDU de Quito na ida por 2 a 1, mas foram goleados por 7 a 0 na volta, no Equador.

O Santos também está no torneio pela sexta vez, a primeira desde 2010, e em duas ocasiões parou nas quartas de final, logo nas duas primeiras tentativas, 2003 e 2004.

Prováveis escalações:.

Santos: Vanderlei; Victor Ferraz, Felipe Aguilar, Gustavo Henrique e Copete; Alison, Diego Pituca, Carlos Sánchez e Jean Mota; Derlis González e Soteldo (ou Eduardo Sasha). Técnico: Jorge Sampaoli.

River Plate-URU: Gastón Olveira; Herrera, Silva, Ale e Luis Olivera; Piriz, Ospitaleche, Calzada e Plada; Da Luz e Juan Olivera (ou Leyes). Técnico: Jorge Giordano.

Árbitro: Mauro Vigliano (Argentina), auxiliado pelos compatriotas Diego Bonfa e Júlio Fernández.

Estádio do Pacaembu, em São Paulo. EFE

Esporte