PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Fifa pune Chelsea, que só poderá voltar a contratar em junho de 2020

22/02/2019 09h27

Madri, 22 fev (EFE).- A Comissão de Disciplina da Fifa puniu o Chelsea e o proibiu de contratar jogadores nas próximas duas janelas por infringir a legislação sobre transferências internacionais de jogadores menores de 18 anos.

Além disso, a Fifa também multou a Associação Inglesa de Futebol (FA) pelo mesmo motivo.

Segundo a Fifa, a Chelsea descumpriu o artigo 19 de seu regulamento no caso de 29 jogadores menores; cometeu outras infrações relacionadas com os requisitos para o registro de jogadores e infringiu o artigo 18 bis em dois acordos relativos a transferências a outros clubes.

Por isso, a Comissão de Disciplina pune o Chelsea com a proibição de registrar novos jogadores tanto em nível nacional como internacional durante as duas próximas janelas de transferências.

A sanção afeta o clube na sua totalidade, salvo às equipes femininas e de futebol de salão.

O Chelsea deve pagar, além disso, uma multa de 460 mil libras esterlinas (R$ 2,25 milhões) e dispõe de um período de 90 dias para regularizar a situação dos menores afetados pelo caso.

A Fifa também confirmou que sua Comissão Disciplinar multou a Associação Inglesa de Futebol (FA) com 390 mil libras esterlinas (R$ 1,9 milhão) por descumprir a mesma legislação e esta tem agora seis meses de prazo para regularizar a situação relativa às transferências internacionais e à primeira inscrição de menores.

"A proteção de menores é um elemento fundamental dentro da legislação da Fifa e o cumprimento desta é fundamental, como confirmou em várias ocasiões o Corte Arbitral do Esporte (CAS)", afirmou a Fifa em comunicado. EFE

Esporte