PUBLICIDADE
Topo

Esporte

López Obrador sugere que México não renovará contrato com a Fórmula 1

19/02/2019 15h33

Cidade do México, 19 fev (EFE).- O presidente do México, Andrés Manuel López Obrador, afirmou nesta terça-feira que não renovará o contrato para receber uma etapa da temporada da Fórmula 1 se isso representar custos para os cofres públicos do país.

"Se não envolver dinheiro, eu aprovo. Sou um pouco mesquinho nesses castos. Não sei como estão os contratos com a Fórmula 1. Em muitos casos, eles eram financiados com o fundo para o turismo e agora esses recursos estão comprometidos com o financiamento do Trem Maia", disse López Obrador.

A Cidade do México recebe uma etapa do Mundial de Fórmula 1 desde 2015. Nos últimos quatro anos, a prova realizada no Autódromo Irmãos Rodríguez foi escolhida como a melhor da temporada.

O México tem até o dia 28 de fevereiro para estender o contrato com a Fórmula 1 por mais cinco anos. No entanto, a renovação agora parece complicada após as declarações do presidente do país.

Perguntado sobre o cancelamento do jogo entre Kansas City Chiefs e Los Angeles Rams no Estádio Azteca, López Obrador confirmou que a NFL voltará ao México no próximo ano.

"O que está em contrato será respeitado. Essa partida que ficou pendente no caso do futebol americano será realizada. Esse foi o acordo porque já existia o contrato. Caso ele fosse revogado, haveria pagamento de multa e prejuízos. Eles então decidiram realizar essa atividade em 2019", explicou.

López Obrador afirmou que seu governo apoiará os esportes, mas com austeridade, seguindo a política de diminuição de custos já aplicada em outros setores da administração pública.

O presidente mexicano explicou que seu governo dará prioridade à construção de escolinhas de futebol americano e futebol, além de retirar seu apoio ao beisebol, esporte que segue praticando aos 65 anos de idade. EFE

Esporte