PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Tóquio 2020 aumenta orçamento para cerimônias de abertura e encerramento

15/02/2019 09h20

Tóquio, 15 fev (EFE).- O comitê organizador dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 anunciou nesta sexta-feira que aumentará o orçamento para as cerimônias de abertura e de encerramento para 13 bilhões de ienes (R$ 443,6 bilhões).

Este aumento de 43% sobre o custo inicialmente estimado foi aprovado durante uma reunião do comitê organizador em Tóquio e se deve aos gastos derivados da equipe artística contratada para os dois eventos, além da logística e da tecnologia necessárias e a construção de uma plataforma para a pira olímpica.

O presidente do comitê organizador, Toshiro Muto, destacou em entrevista coletiva que o novo orçamento ficará abaixo do custo das cerimônias de abertura e encerramento de Londres 2012 (R$ 545,8 milhões) e do número previsto para os Jogos Olímpicos de Paris de 2024 (R$ 507,4 milhões).

A direção de arte das cerimônias ficará a cargo de Mansai Nomura, um conhecido ator e produtor de kyogen (uma forma de teatro tradicional japonês) e intérprete cinematográfico.

A decisão de aumentar o gasto previsto para as quatro cerimônias (as de abertura dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos e as duas de encerramento) contrasta com os esforços empreendidos pela organização para reduzir o custo total por recomendação do Comitê Olímpico Internacional (COI).

A abertura e o encerramento dos Jogos Olímpicos serão celebrados respectivamente em 24 de julho e 9 de agosto de 2020, enquanto os Jogos Paralímpicos acontecerão entre 25 de agosto e 6 de setembro.

A última versão do orçamento de organização para os Jogos Olímpicos e Paralímpicos, aprovada o dezembro, chega a 1,35 trilhões de ienes (R$ 46,075 bilhões). EFE

Esporte