PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Smolov se desculpa por pênalti perdido nas quartas de final da última Copa

28/01/2019 14h01

Moscou, 28 jan (EFE).- O atacante russo Fiodor Smolov pediu desculpas nesta segunda-feira pelo pênalti perdido nas quartas de final da última Copa do Mundo, o que contribuiu para que a seleção de seu país, anfitriã do torneio, fosse eliminada pela Croácia, e tentou se justificar pela forma rude como agiu com a imprensa logo após o jogo.

"As minhas palavras depois da partida foram uma tentativa ridícula de me defender das críticas. Agora, quero me desculpar ao país por esse pênalti", disse Smolov à imprensa local.

No jogo disputado no Estádio Olímpico Fisht, em Sochi, houve empate em 1 a 1 no tempo normal. Cada seleção fez mais um gol na prorrogação, e a vaga na decisão foi definida nas penalidades. Smolov bateu com cavadinha errou a primeira dos russos, que foram derrotados por 4 a 3. O brasileiro naturalizado Mario Fernandes também errou pelos donos da casa.

"Minhas pernas tremiam, eu não estava preparado. Não me sentia seguro de mim mesmo. Em minha defesa, só posso dizer que a forma de cobrar o pênalti não foi uma tentativa de me destacar frente aos outros jogadores ou um preciosismo. Optei pela cavadinha porque não sabia onde chutar", justificou-se o atacante do Lokomotiv Moscou, que admitiu que a equipe não treinou cobranças de pênalti.

"Uma semana antes, jogamos contra a Espanha e também fui o primeiro a cobrar. Estava tranquilo e convencido de que marcaria. Pelo menos, tinha certeza de que se chutasse como gostaria a chance de gol era muito grande", comparou.

Smolov chegou à Copa como a principal estrela da Rússia, mas perdeu a titularidade ainda na segunda rodada devido à boa atuação de Dzyuba na goleada sobre a Arábia Saudita por 5 a 1 na estreia. EFE

Esporte