PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Após doações, família de Sala sobrevoa Canal da Mancha

Emiliano Sala está desaparecido desde a última segunda-feira (21) - SEBASTIEN SALOM GOMIS/AFP
Emiliano Sala está desaparecido desde a última segunda-feira (21) Imagem: SEBASTIEN SALOM GOMIS/AFP

28/01/2019 13h44

A família do atacante argentino Emiliano Sala, que estava em um pequeno avião que desapareceu há uma semana no Canal da Mancha, sobrevoou a região nesta segunda-feira (28) na esperança de encontrá-lo.

Familiares e amigos de Sala, entre eles sua mãe, Mercedes, e a sua irmã Romina, viajaram em um avião da companhia aérea Aurigny, com base na ilha de Guernsey, que confirmou as informações.

As autoridades britânicas cancelaram as operações de busca pela aeronave na última quinta, alegando que não há mais esperança de encontrar com vida o jogador, de 28 anos, e o piloto David Ibbotson, de 59.

No dia seguinte, o Governo argentino se uniu às vozes de ídolos do futebol do país, como Lionel Messi e Diego Maradona, que pediram ao Reino Unido para continuar a procura.

Além disso, a família de Sala arrecadou 259 mil libras (cerca de R$ 1,3 milhão) através de uma plataforma de financiamento coletivo para dar sequência às tarefas de localização de forma particular.

Esporte