PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Djokovic vence Nadal e conquista Aberto da Austrália pela 7ª vez

27/01/2019 09h43

Melbourne (Austrália), 27 jan (EFE).- O tenista sérvio Novak Djokovic derrotou neste domingo o espanhol Rafael Nadal por 3 sets a 0 (6-3, 6-2 e 6-3) e conquistou o Aberto da Austrália pela sétima vez na carreira.

Na reedição da final disputada em 2012 entre ambos, Djokovic, número um do ranking da ATP, bateu Nadal em apenas 2h04 para ganhar seu 15º título de Grand Slam.

Com a conquista, o sérvio se tornou o maior campeão do Aberto da Austrália, superando os seis títulos do suíço Roger Federer e do australiano Roy Emerson.

Já Nadal não conseguiu se tornar o primeiro jogador da Era Aberta a conquistar por pelo menos duas vezes cada um dos Grand Slams do circuito.

O espanhol chegou à final deste ano sem sequer perder um set na competição, mas hoje foi dominado por Djokovic, que com eficiência no saque e segurança ditou o ritmo da partida.

Desde o início do jogo o sérvio mostrou superioridade ao abrir 3-0 com uma quebra logo no segundo game, vantagem que administrou até fechar o primeiro set em 6-3.

No segundo set Nadal voltou mais agressivo, mas Djokovic não se deixou intimidar e não deu chances para o espanhol, vencendo cinco games seguidos para fechar em 6-2.

No set final o sérvio conseguiu uma nova quebra no início e enterrou qualquer esperança de Nadal, cujo saque, uma de suas armas mais eficazes durante a competição, não funcionou. E Djokovic fechou o jogo com um novo 6-3.

O sérvio, que igualou Federer como jogador com mais finais disputadas (7) no Aberto da Austrália, se sagrou como o oitavo jogador a conseguir sete títulos em um dos quatro Grand Slams.

Além disso, Djokovic se tornou o primeiro tenista da história do circuito a vencer três Grand Slams consecutivos em três ocasiões diferentes. EFE

Esporte