PUBLICIDADE
Topo

Esporte

PSG se vinga de eliminação e goleia Guingamp com recorde: 9 a 0

19/01/2019 17h04

Redação Central, 19 jan (EFE).- Eliminado pelo Guingamp nas quartas de final da Copa da Liga Francesa há dez dias, em pleno Parc des Princes, o Paris Saint-Germain deu o troco em grande estilo neste sábado, com uma goleada por 9 a 0, no mesmo estádio, em jogo válido pela 21ª rodada do Campeonato Francês.

Foi a maior goleada do PSG em sua casa em toda a história. Na outra vez em que fez 9 a 0, sobre o Troyes, em março de 2016, o time da capital jogou como visitante.

A equipe dirigida pelo técnico Thomas Tuchel caminha a passos largos rumo ao bicampeonato nacional e sonha com a primeira conquista invicta. O detentor do título soma 53 pontos, 13 a mais que o segundo colocado, o Lille, que tem duas partidas disputadas a mais.

O Guingamp, no outro extremo da tabela, soma apenas 14 pontos, quatro a menos que o Amiens, último entre os que não estão na zona de rebaixamento.

Neymar começou a construir o placar histórico aos dez minutos do primeiro tempo, quando aproveitou cruzamento de pé esquerdo de Daniel Alves, cortou a marcação e chutou com classe. Mais tarde, aos 36, o camisa 10 tabelou com Mbappé, que fez o segundo.

Ainda antes do intervalo, aos 44 minutos, Eboa Eboa tentou afastar com um chutão e carimbou Cavani. A bola sobrou de presente para Mbappé, que não vacilou e fez o terceiro.

No segundo tempo, o PSG deslanchou e foi às redes mais seis vezes. Aos 13, Neymar abriu na esquerda, Bernat cruzou rasteiro e Cavani completou para o gol. Oito minutos depois, Di María levantou e o centroavante uruguaio marcou de cabeça.

Sem esboçar qualquer reação, o Guingamp sofreu o quinto aos 23. A defesa cochilou na saída de bola, Draxler recolheu e passou para Mbappé, que acionou Neymar. O camisa 10 adiantou e chutou colocado para ampliar. Em seguida, aos 30, Neymar e Kurzawa tabelaram, a defesa afastou mal e Cavani finalizou.

Dois minutos depois de ter chegado a seu "hat-trick", Cavani ajudou Mbappé a alcançar a mesma marca. O uruguaio cruzou rasteiro e o francês arrematou. Na sequência, aos 38, Meunier deu números finais ao pegar a sobra e concluir colocado.

Além de Daniel Alves e Neymar, Tuchel escalou outros dois brasileiros entre os titulares na goleada, os zagueiros Marquinhos e Thiago Silva. EFE

Esporte