PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Neymar e Marquinhos marcam e ajudam a classificar o PSG; Liverpool avança

11/12/2018 20h08

Belgrado, 11 dez (EFE).- O Paris Saint-Germain venceu nesta terça-feira o Estrela Vermelha por 4 a 1, na Sérvia, e se garantiu nas oitavas de final da Liga dos Campeões, com direito a conseguir o primeiro lugar do grupo C, pelo qual o Liverpool também se classificou para a próxima fase, ao superar o Napoli, em casa.

O jogo em Belgrado foi histórico para Neymar, que superou Rivaldo, com quem estava empatado, e se tornou o brasileiro com mais gols pela competição, com 32 - considerando também a disputa das etapas preliminares. Anteriormente, o camisa 10 da seleção e do time francês já havia superado Kaká como maior artilheiro contando apenas a fase de grupos.

O zagueiro Marquinhos, que atuou como volante mais uma vez, o atacante uruguaio Edinson Cavani e o atacante francês Kylian Mbappé também balançaram a rede para os visitantes. O zagueiro sérvio Marko Gobeljic descontou para os anfitriões, que chegaram a esboçar uma reação no decorrer do segundo tempo.

Com a vitória, o PSG, que levou quatro jogos para marcar cinco pontos no grupo C, foi a 11 nesta quarta-feira e garantiu a primeira posição isolada. A segunda posição ficou com o Liverpool, que bateu o Napoli por 1 a 0, no estádio Anfield Road, igualou a pontuação do adversário, mas, levou a melhor pelo número de gols marcados.

Para o jogo desta terça-feira na Sérvia, a grande atração do PSG foi Neymar, que chegou a ser dúvida por causa de dores na coxa direita. Além dele, Thiago Silva e Marquinhos foram escalados entre os titulares. Daniel Alves, por sua vez, começou no banco de reservas.

Desde o apito inicial, os visitantes procuraram controlar o jogo e mostrar agressividade. Aos 10, Mbappé recebeu na direita, disparou em alta velocidade e, depois de se livrar da marcação, cruzou para Cavani, que apareceu de frente para o gol e fuzilou para o fundo da rede.

O PSG continuou insistindo, mesmo sem forçar muito, já que a vitória simples garantia a classificação. Aos 22, Verratti arriscou chute de longe, e Borjan fez boa defesa. Oito minutos depois, Neymar fez a primeira aparição efetiva no jogo, ao dar leve toque e obrigar o goleiro canadense a se esticar todo para pegar.

O camisa 10 não descansou e apareceu mais uma vez aos 40, quando recebeu na esquerda, invadiu a área, passou como quis pela marcação e bateu colocado no canto, sem dar chances para que Borjan conseguisse atrapalhar, ampliando assim o marcador.

No segundo tempo, com a vantagem no placar, aliada a vitória parcial do Liverpool, que ia valendo a primeira posição na chave, o PSG diminuiu o ritmo. A queda permitiu que o Estrela Vermelha crescesse e começasse a criar oportunidades clara.

Aos 11 minutos, em meio a uma 'blitz', Rodic acertou cruzamento da esquerda, Thiago Silva raspou de cabeça e não conseguiu cortar, o que fez a bola chegar até Gobeljic. O zagueiro mostrou categoria de atacante, para emendar de primeiro e balançar a rede.

O gol fez com que o time parisiense acordasse, para tentar evitar uma zebra. Aos 16, Kehrer teve boa oportunidade e obrigou Borjan a fazer boa defesa. No minuto seguinte, Mbappé fez o goleiro trabalhar. Pouco depois, aos 22, foi a vez de Cavani tentar, em cabeçada para fora.

A pressão deu resultado e, aos aos 29, o PSG conseguiu marcar o terceiro e jogar um balde de água fria no Estrela Vermelha. Após falta cobrada da esquerda por Di María, Marquinhos subiu mais do que a defesa adversária e testou sem dar chances para Borjan.

Com a vantagem mais folgada, os comandados por Thomas Tuchel só precisaram administrar a partida até o apito final. Aos 47, Neymar recebeu na intermediária, arrancou e deu passe na medida para Mbappé, que bateu cruzado para estufar a rede e dar números finais ao duelo.

Na Inglaterra, Liverpool e Napoli fizeram uma verdadeira final pela segunda vaga, já que o PSG não demorou a superar o campeão sérvio. Com a vitória por 1 a 0, os comandados pelo alemão Jürgen Klopp alcançaram a vice-liderança no terceiro critério de desempate.

O gol solitário foi jogo foi marcado pelo atacante egípcio Mohamed Salah, aos 34 minutos do primeiro tempo. Com isso, os 'Reds' devolveram o placar do jogo disputado no dia 3 de outubro, no estádio San Paolo, provocando a igualdade no confronto direto.

Além disso, os dois times terminaram com mesmo saldo de gols, dois, o que fez o desempate avançar ao número de vezes que cada equipe balançou as redes. O Liverpool, com nove, avançou de fase, e o Napoli, com sete, terá que se contentar em seguir na Liga Europa.

Três brasileiros estiveram em campo em Anfield: atacante Roberto Firmino e o volante Fabinho, que entrou nos minutos finais, pela equipe inglesa, e o meia Allan, pelo representante italiano na chave.



Ficha técnica:.

Estrela Vermelha: Borjan; Stojkovic, Gobeljic, Degenek e Rodic; Jovancic, Causic, Ben Nabouhane, Marin (Joveljic) e Simic (Ebecilio); Pavkov (Boakye). Técnico: Vladan Milojevic.

Paris Saint-Germain: Buffon; Kehrer, Thiago Silva, Kimpembe e Bernat; Verratti (Rabiot) e Marquinhos; Mbappé, Neymar, Di María (Draxler) e Cavani. Técnico: Thomas Tuchel.

Árbitro: William Collum (Escócia), auxiliado pelos compatriotas David McGeachie e Graeme Stewart.

Gols: Gobeljic (Estrela Vermelha); Cavani, Neymar, Marquinhos e Mbappé (Paris Saint-Germain).

Cartões amarelos: Borjan, Pavkov, Stojkovic e Gobeljic (Estrela Vermelha); Kehrer e Bernat (Paris Saint-Germain).

Estádio: Rajko Mitic, em Belgrado (Sérvia).

Esporte