PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Palmeirense Borja divide a artilharia da Libertadores com compatriota

Borja deixou a Libertadores 2018 como o artilheiro - Jorge Saenz/AP
Borja deixou a Libertadores 2018 como o artilheiro
Imagem: Jorge Saenz/AP

09/12/2018 21h55

O atacante Miguel Borja, do Palmeiras, e Wilson Morelo, do Independiente Santa Fé, ambos colombianos, foram os artilheiros máximos da Copa Libertadores, que foi encerrada neste domingo (9) com o título do River Plate, após vitória por 3 a 1 na final contra o Boca Juniors.

Os dois jogadores balançaram a redes nove vezes durante a participação na competição. 

O número foi o mesmo alcançado pelos dois últimos líderes da tabela de goleadores, os argentinos Jonathan Calleri, em 2016, quando atuava pelo São Paulo, e José Sand, no ano passado, pelo Lanús.

Depois da Borja e Morelo, o terceiro colocado entre os artilheiros desta edição da Libertadores foi o meia brasileiro Jadson, do Corinthians, que marcou seis vezes. 

Em seguida, ficaram seis jogadores, que anotaram cinco gols, entre eles, Sassá e Thiago Neves, do Cruzeiro, e Everton, do Grêmio.

Esporte