PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Bayern goleia Benfica, elimina adversário e deixa grupo E perto de definição

27/11/2018 20h19

Munique, 24 nov (EFE).- O Bayern de Munique confirmou a classificação para as oitavas de final da Liga dos Campeões e eliminou o Benfica ao golear a equipe portuguesa por 5 a 1 nesta terça-feira, na Allianz Arena, em jogo válido pela quinta rodada do grupo E.

Para continuar com chances de classificação, o time de Lisboa precisava de uma vitória por dois gols de diferença, mas em momento algum esteve sequer perto do feito e terá de se contentar com um lugar na fase de 16 avos de final da Liga Europa.

A única definição restante na chave é a primeira colocação, que será resolvida em um confronto direto entre o Bayern, líder da chave, com 13 pontos, e o Ajax, que mais cedo bateu o AEK Atenas por 2 a 0 na Grécia e se consolidou em segundo, com 11. O duelo acontecerá no dia 12 de dezembro, na Johan Cruyff Arena, em Amsterdã.

No mesmo dia, Benfica e AEK farão um amistoso de luxo no Estádio da Luz. Isso porque o atual campeão grego ainda não pontuou e já não pode mais alcançar os 'Encarnados' para ir à Liga Europa.

Embora tivesse Javi Martínez e Renato Sanches à disposição, Niko Kovac deixou esses dois volantes no banco do Bayern e escalou Kimmich no meio, o que abriu espaço para a entrada do brasileiro Rafinha na lateral direita.

No Benfica, dois jogadores nascidos no Brasil foram titular, o volante Gabriel e o atacante Jonas. O zagueiro Jardel cumpriu suspensão e foi desfalque.

Quem precisava do resultado era o Benfica, mas o time lisboeta pouco incomodava, enquanto o Bayern trocava passes no campo de ataque à espera de uma chance, que veio aos 13 minutos. Em linda jogada individual da esquerda para o meio, Robben driblou nada menos que quatro defensores, chutou firme na saída do goleiro Vlachodimos e fez 1 a 0.

O segundo poderia ter acontecido aos 23, em lindo chute de Lewandowski, mas o arqueiro do Benfica operou um milagre. No entanto, aos 30, Robben brilhou novamente, com sua jogada característica. O holandês cortou para o meio, levando para o pé esquerdo, e arrematou no canto direito para aumentar.

Seis minutos depois, Müller cabeceou firme e Vlachodimos salvou novamente. Porém, na sequência do lance, a bola voltou para a área, Lewandowski arrematou também de cabeça e superou o goleiro alemão para fazer seu 50º gol na história da Champions. O polonês é o sétimo na história a atingir a marca.

Só depois de ficar com três gols de desvantagem o Benfica acordou para o jogo. Ainda antes do intervalo, aos 44 minutos, André Almeida surpreendeu com um chute de primeira de esquerda e errou o alvo por pouco.

Na etapa final, com menos de um minuto de bola rolando, Jonas passou para Gedson Fernandes, jovem que substituiu Pizzi no intervalo. O jogador de apenas 19 anos tirou de Neuer e descontou.

Mas a expectativa por uma reação dos 'Encarnados' durou pouco tempo. Aos seis minutos, Kimmich teve liberdade pela direita e levantou, Lewandowski cabeceou com a eficiência que lhe é peculiar e marcou o quarto do pentacampeão continental.

O Benfica deu alguns últimos suspiros dentro do jogo e da competição, mas a bola não entrou, e o time não teve forças para ir em busca de uma improvável virada. Aos dez minutos, Jonas cabeceou firme, e Neuer defendeu. Pouco depois, aos 16, Rafa tentou de longe, e a defesa bloqueou.

Relaxado, o time anfitrião ainda marcou o quinto, aos 31 minutos. O ataque do Bayern desceu como quis pelo lado direito, Ribéry foi acionado na área e arrematou colocado para dar números finais à goleada. Foi o 12º gol sofrido pelos 'Águias' nesta Champions, a quarta seguida em que têm a defesa vazada mais de dez vezes.

Os visitantes tentaram diminuir o vexame aos 40, em boa jogada de Grimaldo pela esquerda, mas Seferovic, que havia entrado em lugar de Jonas, concluiu mal, e Neuer pegou.



Ficha técnica:.

Bayern de Munique: Neuer; Rafinha, Boateng, Süle e Alaba; Kimmich, Goretzka e Müller (Jeong); Robben (Renato Sanches), Ribéry (Sandro Wagner) e Lewandowski. Técnico: Niko Kovac.

Benfica: Vlachodimos; André Silva, Conti, Rubén Dias e Grimaldo; Fejsa (Semedo), Pizzi (Gedson Fernandes) e Gabriel; Rafa, Cervi e Jonas (Seferovic). Técnico: Rui Vitória.

Árbitro: Daniele Orsato (Itália), auxiliado pelos compatriotas Lorenzo Manganelli e Fabiano Preti.

Cartões amarelos: Robben e Ribéry (Bayern de Munique); Semedo (Benfica).

Gols: Robben (2x), Lewandowski (2x) e Ribéry (Bayern de Munique); Gedson Fernandes (Benfica).

Estádio: Allianz Arena, em Munique.

Esporte