PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Cidade italiana se oferece para receber 2º jogo da final da Libertadores

26/11/2018 16h09

Roma, 26 nov (EFE).- A cidade de Gênova, localizada no norte da Itália, ofereceu o estádio Luigi Ferraris para sediar o segundo jogo da final da Taça Libertadores, entre River Plate e Boca Juniors, que foi adiada após atos de violência na cidade de Buenos Aires.

A Câmara Municipal local confirmou que se trata de um convite formal para a Conmebol, lembrando que se tratam de dois clubes fundados por cidadãos genoveses no início do século XX.

"Estaríamos muito orgulhosos de recebê-los onde, em certo sentido, representa a primeira casa", afirmou em comunicado o vereador de Esportes da cidade, Stefano Anzalone.

Depois de empate em 2 a 2, no estádio La Bombonera, o segundo jogo entre River e Boca foi adiado. No sábado, o ônibus que levava a delegação 'xeneize' para o Estádio Monumental de Núñez, foi atingido por pedras e garrafas, chegando a ferir o volante Pablo Pérez.

A partida aconteceria no dia seguinte, ontem, no entanto, a disputa acabou sendo descartada, por causa das condições de segurança e os apelos dos visitantes, que apontavam desvantagem esportiva.

Amanhã, representantes dos dois clubes e da Conmebol se reunirão em Luque, no Paraguai, para tentar decidir quando e em que condições será realizada a segunda final.

Esporte