PUBLICIDADE
Topo

Tênis

Italiano é banido do tênis por manipulação de resultados em torneio de 2011

Daniele Bracciali ainda foi multado por denúncia referente ao ATP 500 de Barcelona de 2011 - Clive Brunskill/Getty Images
Daniele Bracciali ainda foi multado por denúncia referente ao ATP 500 de Barcelona de 2011 Imagem: Clive Brunskill/Getty Images

Da EFE

21/11/2018 17h16

O italiano Daniele Bracciali foi banido do tênis e multado em US$ 250 mil por ter sido considerado culpado por combinação de resultados pela Unidade de Integridade da modalidade (TIU), que investiga possíveis casos de corrupção.

A punição contra Bracciali, de 40 anos e atualmente em 95º lugar do ranking mundial de duplas, foi divulgada após uma audiência disciplinar realizada em Londres nos dias 18 e 19 de setembro e se refere ao ATP 500 de Barcelona de 2011.

Naquela edição do torneio, o italiano disputou apenas um jogo de duplas, em parceria com espanhol David Marrero. Eles perderam para o sul-africano Kevin Anderson e o sueco Simon Aspelin por 2 a 0, com parciais de 7/6(4) e 7/5. O comunicado do TIU diz que Bracciali facilitou apostas relacionadas ao duelo.

Leia também:

"O tenista está proibido de disputar ou assistir a qualquer evento organizado ou reconhecido pelos órgãos que governam este esporte", afirma Unidade em nota.

Também nesta quarta, a TIU suspendeu por dez anos e multou em US$ 100 mil o também italiano Potito Starace. O ex-tenista facilitou apostas em outro jogo do ATP 500 de Barcelona de 2011, em que foi eliminado pelo espanhol David Gimeno Traver ao abandonar o terceiro set quando perdia por 2 a 0. Ele havia vencido a primeira parcial por 6/4 e perdido a segunda por 6/1.

Embora Starace já tenha se aposentado, a suspensão de dez anos, com efeito imediato, "lhe impedirá de assistir a qualquer evento organizado ou reconhecido pelos órgãos do governo deste esporte", esclareceu a Unidade.

Tênis