PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Argélia, Guiné, Costa do Marfim e Mauritânia se garantem na Copa Africana

18/11/2018 17h23

Redação Central, 18 nov (EFE).- As seleções de Argélia, Guiné, Costa do Marfim e Mauritânia garantiram classificação neste domingo para a próxima edição da Copa Africana de Nações, que acontecerá em Camarões, se juntando assim aos donos da casa, e também a Senegal, Madagascar, Tunísia, Egito, Nigéria, Mali, Marrocos e Uganda.

Os Guerreiros do Deserto garantiram a vaga e a primeira colocação do grupo D, ao vencerem Togo por 4 a 1, fora de casa. O meia-atacante Riyad Mahrez, duas vezes, o meia Youcef Attal e o atacante Baghdad Bounedjah marcaram para os argelinos. O atacante Kodjo Fo-Doh Laba descontou para os anfitriões.

Pela mesma chave, ontem, Gâmbia passou por Benin por 3 a 1, se mantendo vivo na classificação, com cinco pontos, assim como os togoleses. As duas seleções estão dois pontos atrás dos beninenses, que ocupam a segunda colocação e estão na zona de classificação.

No grupo H, Guiné e Costa do Marfim empataram em 1 a 1, em Conakry, resultado que classificou os visitantes, já que os anfitriões se carimbaram o passaporte ainda antes de a bola rolar, graças a igualdade em dois gols, no jogo entre Ruanda e República Centro-Africana.

No Estádio 28 de Setembro, a seleção anfitriã saiu na frente do marcador graças a gol do atacante Mohamed Yattara. Os marfinenses buscaram a igualdade pouco depois, ainda no primeiro tempo, com o meia Jean Michael Seri balançando a rede.

Outra a seleção a carimbar passaporte hoje foi a Mauritânia, que venceu Botsuana por 2 a 1, em seus domínios, e se manteve líder isolada do grupo I. O herói dos donos da casa foi o atacante Ismaël Diakité, que marcou duas vezes. O meia Keeagile Kobe descontou.

No outro jogo da chave, Angola passou por Burkina Fasso por 2 a 1, também atuando como mandante, e ultrapassou o adversário direto na luta pela segunda vaga. O atacante Mateus marcou duas vezes na partida, e o zagueiro Issoufou Dayo anotou para os visitantes.

No grupo G, a Libéria impediu a classificação antecipada do Zimbábue, ao vencer duelo em casa por 1 a 0, que ainda valeu salto para a segunda colocação, já que Congo e República Democrática do Congo empataram em 2 a 2, em Brazzaville.

Já no grupo K, Moçambique se manteve com chance de viajar a Camarões e eliminou o Zaire, ao vencer confronto por 1 a 0, em seus domínios. Os Mambas, dessa forma, chegaram aos sete pontos, um a menos que Namíbia e Guiné-Bissau, que ontem empataram em 0 a 0.

No grupo L, Lesoto passou pela Tanzânia por 1 a 0, atuando como mandante, e impediu a classificação do adversário. De quebra, os anfitriões saltaram para o segundo posto na chave, que já tem Uganda classificada, e Cabo Verde ainda com chances.

O complicado grupo F, em que ainda resta definir a situação de Serra Leoa, cuja federação está suspensa pela Fifa, Gana venceu a Etiópia por 1 a 0, e chegou a seis pontos, em três jogos. A seleção derrotada ficou com quatro pontos, em cinco partidas. O Quênia lidera com sete pontos, em quatro compromissos.

Ainda neste domingo, o Níger passou por Eswatini (antiga Suazilândia) por 2 a 1, fora de casa. As duas seleções já estão eliminadas no grupo J, em que Tunísia e Egito garantiram vaga na próxima edição da Copa Africana.

Esporte