PUBLICIDADE
Topo

Esporte

CAS analisará recurso da Rússia contra suspensão estendida pela IAAF

27/09/2018 09h44

Madri, 27 set (EFE).- A Corte Arbitral do Esporte (CAS) confirmou nesta quinta-feira a abertura de um processo após receber um recurso da Federação Russa de Atletismo (RusAF) contra a decisão da Associação Internacional das Federações de Atletismo (IAAF) de estender a suspensão da entidade até dezembro.

O Conselho da IAAF rejeitou readmitir a federação russa como membro de pleno direito no dia 27 de julho e estendeu sua suspensão até a próxima reunião, em dezembro deste ano.

"A RusAF pede para que a CAS anule a decisão do Conselho da IAAF e a restitua o mais rápido possível como membro de pleno direito", informou a CAS em comunicado, no qual anuncia a abertura do processo.

Agora, as partes enviarão documentação por escrito e o painel que estudará o caso, uma vez constituído, decidirá sobre a realização de uma audiência para adotar uma decisão final.

O presidente da IAAF, Sebastian Coe, elogiou em julho os "progressos realizados" pela Rússia e afirmou que a mudança "é muito confiável", mas disse que a suspensão só acabará quando a IAAF puder "confiar totalmente" nas instituições russas, motivo pelo qual exigiu que o país cumprisse três requisitos.

A Rússia deve pagar os custos das tarefas da Agência Mundial Antidoping (Wada), algo ao qual a delegação russa se comprometeu "por escrito", segundo a IAAF, e admitir que houve uma conspiração do Ministério dos Esportes russo para "orquestrar e encobrir" as práticas de doping.

Essas práticas foram reveladas em dois relatórios da Wada em 2015, ano em que começou a suspensão que segue vigente por parte da IAAF e que o COI também nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em 2016.

A autoridades russas também terão que fornecer os dados das amostras relacionadas aos supostos casos de doping apontados pela Wada.

Esporte