PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Superados por Modric, CR7 e Messi se ausentam do prêmio The Best

24/09/2018 18h11

Londres, 24 set (EFE).- Após dez anos em que dominaram o prêmio de melhor do mundo da Fifa, Cristiano Ronaldo e Lionel Messi foram superados pelo croata Luka Modric, mas não assistiram ao fim do ciclo 'in loco', já que se ausentaram da cerimônia de gala da Fifa realizada nesta segunda-feira no Royal Festival Hall, em Londres.

Lionel Messi ficou fora da lista de três finalistas pela primeira vez desde 2006, mas concorria ao prêmio Puskás de gol mais bonito - vencido pelo egípcio Mohamed Salah - e foi escolhido para o FIFPro XI, seleção da temporada definida a partir dos votos de 25 mil jogadores de 65 países diferentes.

Cristiano também estava entre os dez no Puskás e também apareceu no FIFPro XI, além de concorrer com Modric e Salah ao The Best, a honraria principal da noite na capital londrina. Entretanto, desde a manhã foi divulgado que o astro português não compareceria ao evento, aumentando os rumores, depois confirmados, de que ele não seria agraciado pela sexta vez na carreira.

Entre os 11 escolhidos para a seleção da temporada, também não esteve presente o galês Gareth Bale. Neymar, que aparecia como finalista apenas no FIFPro XI e não foi eleito, também não compareceu.

Esporte