PUBLICIDADE
Topo

Esporte

VAR é decisivo, e Real Madrid supera Espanyol no Bernabéu; Atlético vence

22/09/2018 18h24

Madri, 22 set (EFE).- Com participação decisiva do árbitro de vídeo, o Real Madrid venceu neste sábado o Espanyol por 1 a 0, no estádio Santiago Bernabéu, e assumiu provisoriamente a liderança do Campeonato Espanhol, com um ponto de frente para o Barcelona, que amanhã receberá o Girona.

O gol solitário da partida foi marcado pelo atacante Marco Asensio, em bela finalização da entrada da área, aos 41 minutos do primeiro tempo. No lance, os jogadores da equipe catalã reclamaram de impedimento, mesma conclusão da equipe de arbitragem comandada por Antonio Mateu Lahoz, que anulou o lance.

Os auxiliares do VAR revisaram as imagens e indicaram a necessidade de mudar a decisão de campo, já que o jovem espanhol estava em posição legal. O dono do apito acatou a decisão e sinalizou a marcação do gol, para delírio da torcida anfitriã.

No segundo tempo, o Espanyol se lançou ao ataque para tentar empatar. A principal oportunidade da equipe veio aos 20, quando o atacante Borja Iglesias acertou uma bomba no travessão.

No jogo deste sábado, o técnico Julen Lopetegui poupou o lateral-esquerdo Marcelo, depois da estreia na Liga dos Campeões da Europa, com vitória sobre a Roma por 3 a 0. O volante Casemiro foi titular e ficou 90 minutos em campo, enquanto Vinicius Júnior não foi relacionado.

A equipe da Catalunha, por sua vez, contou na etapa complementar com o atacante Léo Baptistão, que entrou em campo aos 10, substituindo o experiente meia argentino Pablo Piatti.

Com a vitória, o Real chegou aos 13 pontos, contra 12 do Barcelona, que venceu todos os compromissos até aqui na competição. O Espanyol, por sua vez, fica estacionado nos sete, momentaneamente, na sexta colocação.

Mais cedo, o Atlético de Madrid voltou a vencer no Espanhol após duas partidas, em duelo com o Getafe. Fora de casa, o time comandado pelo técnico argentino Diego Simeone levou a melhor sobre o oitavo lugar na tabela por 2 a 0 e saltou para o quinto posto.

O goleiro David Soria fez contra o primeiro gol do jogo, aos 14 da etapa inicial, após conclusão do meia-atacante francês Thomas Lemar. O ex-jogador do Monaco, reforço 'colchonero' para esta temporada conseguiu ampliar aos 15 do segundo tempo.

Pouco depois, aos 22, o meia Iván Alejo foi deixou os donos da casa com um homem a menos, ao ser expulso. O jogador deixou o campo apenas quatro minutos após sair do banco, devido falta direta no meia Saúl Ñíguez.

Ainda neste sábado, o surpreendente Alavés subiu para a terceira posição, ao golear o vice-lanterna Rayo Vallecano por 5 a 1, fora de casa, no primeiro jogo em que o adversário conseguiu contar com a torcida, já que o estádio de Vallecas apresentava falta de segurança.

O terceiro gol da equipe azul e branco foi marcado pelo atacante argentino Jonathan Calleri, ex-São Paulo. O meia Ibai Gómez balançou a rede duas vezes, enquanto o lateral-direito Ximo Navarro e o meia Burgui fizeram um gol cada para a equipe vencedora, que agora tem dez pontos.

Quarto na tabela, o Celta de Vigo acabou cedendo empate ao Valladolid, clube gerido agora pelo ex-atacante Ronaldo, em 3 a 3, dento de seus domínios. Os anfitriões ganhavam por 3 a 1 até 20 do segundo tempo, quando atacante turco Enes Ünal descontou. Nos acréscimos, o meia argentino Leonardo Suárez igualou.

Ainda neste sábado, o Eibar deu salto na tabela, agora aparecendo na nona colocação, ao bater em casa o lanterna Leganés por 1 a 0. O atacante Kike foi o artilheiro solitário da partida.

Esporte