PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Suíça e EUA mantêm liderança por equipes nos saltos em dia ruim para o Brasil

20/09/2018 22h54

Álvaro Blanco.

Tryon (EUA), 20 set (EFE).- Suíça e Estados Unidos mantiveram-se firmes nesta quinta-feira nas duas primeiras posições da disputa de saltos por equipes nos Jogos Equestres Mundiais disputados em Tryon, nos Estados Unidos, na qual o Brasil decepcionou e ficou fora da final.

Ao fim do segundo dia da competição por equipes, que definiu hoje as dez que amanhã disputarão medalhas e seis vagas nos Jogos Olímpicos de 2020, em Tóquio, a Suíça acumulou 11,64 pontos perdidos e continuou em primeiro na classificação geral, seguida por EUA (12,59) e Alemanha (18,09). Também avançaram à decisão Suécia, Irlanda (treinada por Rodrigo Pessoa), França, Austrália, Reino Unido e Canadá.

Terceira colocada no primeiro dia da disputa, a equipe do Brasil cometeu muitos erros que custaram a vaga na decisão e terminou em 14º (38,42 pontos perdidos).

Pedro Veniss, que ontem foi o segundo colocado na prova individual e hoje cometeu uma falta, caindo para o nono lugar, mas ainda na briga por medalhas, lamentou o desempenho da equipe.

"Infelizmente não foi um bom dia para nós e não conseguimos o objetivo, que era ficar entre os dez primeiros", disse Veniss a jornalistas no Centro Equestre de Tryon, no estado da Carolina do Norte.

No individual, os 60 melhores colocados avançaram ao terceiro dia da competição. Além de Veniss, outro brasileiro que continua na disputa é Luiz Francisco de Azevedo, que está em 58º. O italiano Lorenzo de Luca, com 1,19 ponto de penalização, é o líder, seguido pelo americano McLain Ward (2,08) e o sueco Peder Fredricson (2,19).

Nesta quinta, apenas uma prova dos Jogos Equestres Mundiais distribuiu medalhas: a do volteio por duplas, na qual o ouro foi conquistada pelos italianos Silvia Stopazzini e Lorenzo Lupacchini, com 9,027 pontos. A prata ficou com os austríacos Jasmin Lindner e Lukas Wacha (9,013), e o bronze, com os alemães Janika Derks e Johannes Kay (8,872).

Também no volteio, mas na competição individual masculina, o francês Lambert Leclezio lidera, com 8,752 pontos, seguido pelo alemão Jannik Heiland, com 8,483.

Após as provas de elementos obrigatórios, estilo livre e técnica, a disputa feminina é liderada pela alemã Kristina Boe, com pontuação média de 8,274. Em segundo está a austríaca Lisa Wild (8,229), e em terceiro, a alemã Janika Derks (8,228).

Entre as equipes, após a realização dos elementos obrigatórios, a Alemanha está em primeiro, seguida por Suíça e Áustria. O Brasil está em nono de 12 participantes.

No adestramento paraquestre por equipes, a França ocupa a liderança, com 199,998 pontos, e o Brasil aparece em sétimo, com 74,650.

Esporte