PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Pedro Veniss lamenta adeus do Brasil na prova de saltos dos Jogos Equestres

20/09/2018 21h03

Tryon (EUA), 20 set (EFE).- O cavaleiro Pedro Veniss lamentou nesta quinta-feira a eliminação do Brasil da prova de saltos por equipes dos Jogos Equestres Mundiais, que estão sendo disputados na cidade de Tryon, nos Estados Unidos, após bom começo na competição, ontem.

"Infelizmente, não foi um bom dia para nós. Não conseguimos alcançar nosso objetivo, que era ficar entre os dez primeiros", disse o paulista, em entrevista coletiva.

No fim do primeiro dia de disputas, a equipe ficou na terceira colocação, atrás das favoritas Suíça e Holanda, com uma penalização de 6,42 pontos. Hoje, a marca de 32 pontos fez o Brasil despencar para a 14ª colocação, fora da zona de classificação à final.

Veniss admitiu que o percurso montado para os Jogos Equestres era muito complicado, tanto é que, apenas cinco concorrentes conseguiram sair zerados em penalização. Com os quatro pontos perdidos hoje, o brasileiro avançou no nono lugar para a próxima rodada da prova individual.

"O cavalo saltou bem, portanto é preciso esperar que me saia melhor e conseguir zerar", avaliou o cavaleiro, já projetando a sequência da participação, amanhã.

Por equipes, a Suíça permaneceu na liderança geral e segue como principal candidata ao título. Estados Unidos, Alemanha, Suécia e Alemanha completam o 'top-5'. As outras equipes classificadas são Irlanda, França, Austrália, Grã-Bretanha e Canadá.

No individual, avançaram os 60 primeiros colocados. Além de Veniss, Luiz Francisco de Azevedo também se classificou, em 58º. Pedro Junqueira Muylaert e Yuri Mansur se despediram ao ocupar o 80º e a 90º lugares, respectivamente.

Esporte