PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Messi faz 3, Barcelona goleia PSV e estreia com pé direito na Champions

18/09/2018 15h51

Barcelona (Espanha), 18 set (EFE).- O Barcelona esteve longe de fazer uma partida brilhante, mas, graças a belos gols e ótima atuação do atacante argentino Lionel Messi, venceu nesta terça-feira o PSV Eindhoven por 4 a 0, no estádio Camp Nou, pelo grupo B da Liga dos Campeões, que ainda teve a Inter de Milão batendo o Tottenham.

Contra um adversário que não deixou de buscar o gol, mesmo fora de casa, o time catalão abriu o placar aos 32 do primeiro tempo, em cobrança de falta cheia de categoria do atacante argentino Lionel Messi, que ainda voltaria a marcar no mesmo minuto da etapa final e também aos 42.

O outro artilheiro da noite foi o atacante francês Ousmane Dembélé, que balançou a rede aos 30 do segundo tempo, na conclusão de uma linda jogada individual, que teve defensores enfileirados, após passe de Philippe Coutinho.

Com a vitória, o Barça chega a três pontos e ocupa a liderança isolada da chave pelo saldo de gols, já que a Inter de Milão passou pelo Tottenham, de virada, por 2 a 1, em jogo disputado na Itália.

Para o jogo desta terça-feira, o time catalão foi para campo com o time considerado ideal. O espanhol Sergi Roberto reapareceu na lateral-direita, no lugar do português Nélson Semedo. Philippe Coutinho foi escalado como titular, enquanto Arthur e Rafinha Alcântara começaram no banco - o primeiro entrou na etapa final.

O PSV, por sua vez, também utilizou o que os espanhóis chamam de "Onze de Gala", repetindo a mesma formação que goleou o ADO Den Haag por 7 a 0, sábado, pelo Campeonato Holandês. O jovem atacante brasileiro Mauro Júnior, promessa da equipe de Eindhoven, ficou fora dos relacionados para o jogo.

Com a bola rolando, os donos da casa tentaram logo aplicar o tradicional toque de bola para dominar o adversário, além da pressão na saída da defesa para ficar mais perto do gol. Ainda assim, o primeiro susto foi do time holandês, aos 7, em bomba de Pereiro da entrada da área, que passou por cima do gol.

A resposta do Barça veio três minutos depois, em trama ofensiva iniciada com tabela entre Messi e Coutinho, em que o brasileiro serviu Suárez e recebeu em seguida para cabecear, em finalização que saiu muito perto da trave esquerda de Zoet.

Em um duelo equilibrado, coube a Messi fazer a diferença para colocar os anfitriões na frente do placar. Aos 32 do primeiro tempo, o craque cobrou falta com extrema perfeição da entrada da área e acertou o ângulo esquerdo do goleiro holandês do PSV.

Depois do gol, o Barcelona deixou o ritmo cair e insistiu em jogadas pela esquerda, com Dembélé, que não eram efetivas. Assim, aos 45, o PSV teve mais uma oportunidade de levar perigo, quando De Jong recebeu na intermediária e arriscou com um forte chute, que passou por cima do travessão.

O início do segundo tempo também teve as duas equipes trocando alguns golpes leves, até que Messi entrou em cena aos 5. O camisa 10 recebeu na intermediária, se livrou da marcação e bateu colocado no canto direito de Zoet, que conseguiu fazer a defesa em dois tempos.

O goleiro holandês, aos poucos, foi se firmando como uma das principais figuras da partida. Aos 12, Coutinho recebeu na esquerda, partiu para cima da marcação e bateu cruzado, parando em ótima defesa do camisa 1 do time de Eindhoven.

Enquanto Zoet conseguia evitar o segundo, o ataque do PSV seguia dando trabalho. Aos 17, Bergwijn puxou contra-ataque e acionou De Jong, que bateu para a defesa de Ter Stegen. Três minutos depois, o meia-atacante holandês voltou a carregar a bola e passou para Lozano, que concluiu e parou em corte de Piqué.

Apagado até então, Suárez quase anotou um golaço aos 22 minutos, quando recebeu na entrada da área e, apesar de ter pouco espaço para finalizar, bateu de bico para tentar encobrir o goleiro adversário. A bola, no entanto, explodiu no travessão.

Se a linda conclusão do uruguaio não morreu na rede, Dembélé foi lá e mostrou estilo para fazer o segundo, aos 30. Após receber passe de Coutinho, o francês se livrou de três marcados e concluiu de perna direita, no canto esquerdo de Zoet, que não teve chances.

Abalado, o PSV viu o Barcelona marcar pela terceira vez logo aos 32, em bela trama. Rakitic deu toque de primeira para Messi, que emendou de primeira, também deixando o goleiro do time holandês sem chances de fazer a defesa.

Logo após ampliar a vantagem, a equipe catalã ficou com um homem a menos em campo, com a expulsão de Umtiti, aos 34, por falta em Lozano, que rendeu ao francês o segundo cartão amarelo.

Mesmo com a inferioridade numérica, o Barça ainda ampliou o marcador, aos 42, quando Arthur, que havia substituído Dembélé, passou para Suárez, que serviu Messi. O camisa 10 mostrou o oportunismo de sempre e bateu cruzado para o fundo da rede, dando números finais ao duelo.



Ficha técnica:.

Barcelona: Ter Stegen; Sergi Roberto, Piqué, Umtiti e Alba; Busquets, Rakitic (Vidal) e Coutinho (Lenglet); Messi, Dembélé (Arthur) e Suárez. Técnico: Ernesto Valverde.

PSV Eindhoven: Zoet; Dumfries, Schwaab, Viergever (Isimat-Mirin) e Angeliño; Rosario (Gutiérrez), Hendrix e Pereiro; Bergwijn (Malen), De Jong e Lozano. Técnico: Mark Van Bommel.

Árbitro: Tasos Sidiropoulos (Grécia), auxiliado pelos compatriotas Polychronis Kostaras e Lazaros Dimitriadis.

Gols: Messi (3) e Dembélé (Barcelona).

Cartões amarelos: Umtiti (Barcelona) Viergever De Jong (PSV Eindhoven).

Cartão vermelho: Umtiti (Barcelona).

Estádio: Camp Nou, em Barcelona (Itália).

Esporte