PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Inter arranca vitória heroica sobre o Tottenham no retorno à Champions

18/09/2018 16h08

Milão (Itália), 18 set (EFE).- A Inter de Milão buscou virada heroica nesta terça-feira sobre o Tottenham por 2 a 1, em duelo disputado no estádio San Siro e válido pelo grupo B da Liga dos Campeões, que também teve o Barcelona superando o PSV Eindhoven, na Espanha.

Todos os gols da partida na Itália saíram no segundo tempo, com o meia dinamarquês Christian Eriksen abrindo o placar para os visitantes aos 8 minutos, em conclusão da entrada da área que ainda teve desvio no zagueiro brasileiro Miranda.

Os 'Spurs' se mantiveram em vantagem até os 31, quando o atacante argentino Mauro Icardi acertou belo chute de primeira e empatou. Nos acréscimos, aos 47, o meia uruguaio Matías Vecino fez de cabeça e levou a torcida ao delírio, revertendo o placar.

Este foi o primeiro jogo da Inter pela Liga dos Campeões desde 13 de março de 2012, quando a equipe passou pelo Olympique de Marselha, também em Milão. Depois disso, foram seis edições sem conseguir classificação ao principal torneio do Velho Continente.

Com a vitória, os 'Nerazzurri' estão na vice-liderança, já que o Barcelona alcançou melhor saldo de gols na estreia, ao golear o PSV Eindhoven por 4 a 0, no estádio Camp Nou.

Para o jogo desta terça-feira, a Inter entrou em campo com o eslovaco Milan Skriniar deslocado para o lado direito da defesa, como lateral. Com isso, Miranda também apareceu na equipe titular, ao lado do holandês Stefan de Vrij. A grande esperança do time era a presença do argentino Mauro Icardi no comando de ataque.

O Tottenham, por sua vez, atuou esfacelado, sem o goleiro francês Hugo Lloris, o lateral-direito inglês Kieran Trippier, o polivalente defensor belga Toby Alderweireld, o volante belga Moussa Sissoko e o meia ingles Dele Alli, todos lesionados. O meia-atacante Lucas, por sua vez, começou no banco e entrou na etapa final.

O retorno do 'Nerazzurri' à Liga dos Campeões começou com pressão sobre os visitantes. Aos 8, Perisic tentou concluir, mas Aurier salvou decisivamente. Após escanteio, Nainggolan concluiu de fora da área e ficou perto de acertar o gol defendido por Vorm.

A resposta dos 'Spurs' veio aos 13 minutos, quando foi a vez de Eriksen arriscar em bola de longa distância, em cobrança de falta. Apesar do veneno da batida, o camisa 23 acabou parando em segunda defesa de Handanovic.

A Inter teve boa oportunidade para balançar a rede aos 26, quando Perisic apareceu bem pela esquerda e bateu cruzado para o meio da área. Sánchez tentou cortar e desviou em direção a própria meta, obrigando Vorm a fazer boa intervenção.

Aos 37, Eriksen lançou na medida para Kane, que invadiu a área, passou por Handanovic, mas perdeu a passada e não conseguiu bater. Logo depois, aos 43, o goleiro esloveno trabalhou bem, ao fazer defesa e, bomba de Aurier, que apareceu como homem surpresa na área.

O segundo tempo começou com a Inter mostrando agressividade e ficando perto de marcar logo aos 3 minutos. Politano recebeu na direita e bateu cruzado com firmeza e quase acertou o ângulo de Vorm, que não pôde fazer nada além de observar.

O Tottenham, no entanto, é que abriu o placar, aos 8, graças a insistência de Eriksen. O meia brigou na intermediária pela bola, encheu o pé e parou na defesa de Handanovic, mas, pegou o rebote e acertou outro chute, dessa vez com desvio em Miranda que encobriu o goleiro e morreu no fundo da rede.

Apenas dois minutos depois, o time inglês teve outra grande oportunidade, quando Lamela recebeu na entrada da área e bateu colocado. A bola também resvalou em jogador da Inter de Milão, mas, dessa vez, saiu pela linha de fundo.

A resposta dos anfitriões veio aos 12, quando Politano acertou belo cruzamento da direita e deixou Perisic frente a frente com Vorm. O croata saltou, acertou cabeçada firme, mas parou na defesa do goleiro holandês.

O jogo no San Siro seguiu eletrizante na etapa final, com muitas oportunidades. Aos 17, Lamela recebeu na direita e acertou uma bomba, defendida por Handanovic. No rebote, Son chegou a estufar a rede, mas o lance foi anulado, por posição irregular do sul-coreano.

O Tottenham seguiu sobrando no duelo, mas, desperdiçou seguidas oportunidades, até diminuir o ritmo. Aos poucos, as chances foram ficando mais raras. Aos 40, Dier soltou uma bomba, mas a bola acabou saindo por cima do gol.

A resposta veio logo no minuto seguinte, quando, Asamoah cruzou da esquerda e encontrou Icardi, que acertou um belo chute de perna direita e acertou o canto direito defendido pelo goleiro Vorm, deixando tudo igual.

O lance incendiou o San Siro e a equipe em campo, que encurralou o adversário até que, aos 47, Candreva, que havia entrado no segundo tempo, cobrou escanteio, De Vrij escorou e Vecino testou para decretar a vitória de virada da Inter.



Ficha técnica:.

Inter de Milão: Handanovic; Skriniar, De Vrij, Miranda e Asamoah; Vecino, Brozovic, Politano (Baldé), Nainggolan (Valero) e Perisic (Candreva); Icardi. Técnico: Luciano Spaletti.

Tottenham: Vorm; Aurier, Sánchez, Vertonghen e Davies; Dier, Dembélé, Eriksen e Lamela (Winks); Kane (Rose) e Son (Lucas Moura). Técnico: Mauricio Pochettino.

Árbitro: Clément Turpin (França), auxiliado pelos compatriotas Nicolas Danos e Cyril Gringore.

Gols: Icardi e Vecino (Inter de Milão); e Eriksen (Tottenham)

Cartões amarelos: Skriniar e Perisic (Inter de Milão); Aurier, Vertonghen e Vorm (Tottenham).

Estádio: San Siro, em Milão (Itália).

Esporte