PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Grêmio encara surpresa desta Libertadores na luta por vaga nas semifinais

17/09/2018 17h04

Buenos Aires, 17 set (EFE).- Após ter se classificado de maneira emocionante ao derrubar o Estudiantes nos pênaltis, o Grêmio entrará em campo nesta terça-feira no estádio Monumental José Fierro, pelas quartas de final da Taça Libertadores, para enfrentar o Atlético Tucumán, que se colocou entre os oito melhores do torneio pela primeira vez na história.

Atual campeão, o Tricolor gaúcho passou fácil pela fase de grupos, terminando de maneira invicta e com a segunda melhor campanha geral, atrás apenas do Palmeiras. Nas oitavas, porém, perdeu para o time de La Plata por 2 a 1 na Argentina e esteve muito perto da eliminação. O Imortal empatava em 1 a 1 até os acréscimos do segundo tempo, mas obteve um gol com Alisson e avançou nas penalidades, fazendo valer o apelido.

Para o jogo desta terça na cidade de Tucumán, o técnico Renato Gaúcho tem problemas no setor ofensivo. André, centroavante titular, e Jael, reserva imediato, estão machucados, o que provavelmente fará com que o treinador escale Luan centralizado à frente. Herói de três semanas atrás, Alisson briga por uma vaga com os jovens Thaciano ou Jean Pierre.

Embora o adversário não tenha muita tradição na Libertadores e seja o único entre os oito remanescentes que nunca levantou a taça, Renato não vê o Grêmio como favorito absoluto e pediu atenção redobrada.

"Se o Tucumán chegou a esta fase, é porque tem qualidade. Não será um jogo. Temos o maior dos respeitos pelo adversário. Mas também acho que, independentemente do adversário, o Grêmio tem sua forma de jogar. Eles estarão em casa e terão que sair para o jogo porque depois a eliminatória será decidida em Porto Alegre. Temos que entrar concentrados e firmes", declarou o treinador.

Na equipe argentina, que vem de eliminar o Atlético Nacional nas oitavas, o técnico Ricardo Zielinski planeja repetir a escalação do jogo contra os 'Verdolargas', com destaque para o atacante Luis Rodríguez, que fez os três gols da vitória do 'Decano' sobre o Tigre por 3 a 0 na última sexta-feira.

"A torcida nos ajuda muito, e ficamos bem à vontade jogando como mandante. Temos que continuar com a humildade de sempre, porque a partida contra o Grêmio é um grande desafio", comentou Zielinski, cuja equipe é vice-líder do Campeonato Argentino.

O jogo de volta entre as duas equipes acontecerá no dia 3 de outubro, na Arena do Grêmio. Quem se classificar terá pela frente River Plate ou Independiente.



Prováveis escalações:

Atlético Tucumán: Lucchetti; Román, Bianchi, Cabral e Patrón; Mercier, Noir, Acosta e Aliendro; Rodríguez e Díaz. Técnico: Ricardo Zielinski.

Grêmio: Marcelo Grohe; Láo Moura, Pedro Geromel, Kannemann e Bruno Cortez; Maicon, Jailson e Ramiro; Luan, Everton e Jael. Técnico: Renato Gaúcho.

Árbitro: Wilmar Roldán (Colômbia), auxiliado por seus compatriotas Cristian de la Cruz e John León.

Estádio: Monumental José Fierro, de Tucumán (Argentina).

Esporte