PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Vinícius Júnior: "Se Deus quiser, Neymar e eu jogaremos juntos no Real"

27/04/2018 13h42

Londres, 27 abr (EFE).- O atacante Vinicíus Júnior, do Flamengo, já negociado para reforçar o Real Madrid a partir da próxima temporada, expressou o desejo de jogar no clube espanhol ao lado de Neymar, devido aos rumores sobre uma hipotética transferência do craque do Paris Saint-Germain.

"Se Deus quiser, Neymar e eu jogaremos juntos no Real Madrid. Eu torço pela transferência dele porque é o meu sonho jogar ao lado do Neymar, ele é o meu ídolo no futebol. Se tiver a chance de jogar com ele, ficarei muito feliz", disse a jovem promessa, de 17 anos, em entrevista publicada nesta sexta-feira pelo jornal britânico "The Guardian".

De acordo com as regras da Fifa, Vinícius só poderá se transferir ao clube espanhol quando alcançar a maioridade, no dia 12 de julho. E embora haja uma especulação sobre um retorno por empréstimo ao Flamengo, o jogador disse que está ansioso para chegar a Madri.

"Quero me tornar um dos melhores do mundo e ganhar uma Copa do Mundo. Quero alcançar os meus objetivos e fazer com que a minha família se sinta orgulhosa de mim. No entanto, sei que ainda não sou ninguém e que não alcancei nada", expressou o atacante, pelo qual o Real Madrid desembolsou 45 milhões de euros.

Além de Neymar, Vinícius Júnior citou como uma de suas inspirações o português Cristiano Ronaldo, astro do Real Madrid e futuro companheiro de equipe.

"Agradeço todos os dias por ter sido abençoado com o dom de poder jogar futebol. O sonho de qualquer jogador é ter esse dom, mas muitos não o têm. Eu tenho e o que busco sempre é ser cada vez melhor. Nesse sentido, Cristiano Ronaldo é a minha inspiração. Admiro o que ele tem feito durante os últimos dez anos, jogando no mais alto nível. Não é só talento e qualidade, mas trabalho duro e dedicação. Espero poder dizer isso a ele pessoalmente um dia", comentou.

A joia rubro-negra reconheceu que passou a ser ainda mais pressionado desde que a contratação pelo Real Madrid foi anunciada.

"Uma grande mudança é que os torcedores esperam muito de mim. Muito mais agora que sabem por quanto fui vendido. Todos os dias se fala disso e muitas vezes sou criticado, mas é preciso entender todas as situações. Falo muito com o meu pai sobre o fato de que até mesmo Lionel Messi, Cristiano Ronaldo e Neymar têm uma partida ruim de vez em quando. Se eles têm, por que eu não posso ter?", questionou.

Esporte