PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Sport tenta esquecer degola e fazer jus ao mando contra Junior Barranquilla

25/10/2017 12h17

Recife, 25 out (EFE).- Flertando com o rebaixamento no Campeonato Brasileiro, o Sport Recife voltará as atenções para a Copa Sul-Americana nesta quinta-feira, dia em que receberá o Junior Barranquilla, da Colômbia, na Ilha do Retiro, pela ida das quartas de final.

O Leão, que tem 35 pontos na competição nacional, dois apenas cima do Vitória, que encabeça o Z-4, vem de derrota para o Atlético Paranaense por 2 a 1, em Curitiba. No torneio continental, a campanha é de bons resultados em casa, que ajudaram a bater Danubio, do Uruguai, Arsenal de Sarandí, da Argentina, e Ponte Preta.

Para tentar fazer valer mais uma vez o fator mando, a diretoria do Sport colocou à venda ingressos a preços promocionais para o duelo, variando entre R$ 10 e R$ 20. Para aproveitar a procura para o confronto, já foi aberta a comercialização de entradas para a partida com o Coritiba, domingo, pelo Brasileirão.

"É importante convidar o torcedor para ir à Ilha, fazer o caldeirão. No jogo passado foi isso, mostra o quanto somos fortes na Ilha. Esse jogo é uma oportunidade de nós crescermos", garantiu o técnico Vanderlei Luxemburgo, em entrevista coletiva.

Para a ida das quartas da Sul-Americana, o comandante, no entanto, tem uma série de problemas. O lateral-direito Raul Prata está vetado, o atacante Osvaldo não está inscrito e o volante Rithely é dúvida, por lesão sofrida durante a partida com o Atlético Paranaense.

Samuel Xavier e Rogério devem ser os substitutos dos dois primeiros, embora Thomás dispute posição no setor ofensivo. Já a substituição de um dos destaques do time é mais complicada, com Rodrigo e Thallyson aparecendo como reservas imediatos.

Luxemburgo, no entanto, também pode recuar Patrick para o setor de meio, avançar o lateral-esquerdo Mena para a linha de ataque e colocar Sander no lado canhoto do sistema defensivo. Esta, aliás, é a opção mais cotada para o confronto com o Junior.

O time colombiano, por sua vez, já desembarcou no Brasil com problemas, já que as chuteiras dos jogadores não foi enviada, depois de escala feita na Cidade do Panamá. Com isso, foi preciso comprar novos calçados para a disputa da partida no Recife.

O técnico uruguaio Julio Comesaña trouxe 20 atletas e só não terá à disposição o meia Luis Díaz, que foi expulso na vitória sobre o Cerro Porteño, na volta das oitavas de final, e o lateral-esquerdo Yonatan Murillo, que não está inscrito.

A principal aposta do Junior Barranquilla para o duelo com o Sport e a dupla de ataque, formada por Yimmi Chará e Teo Gutiérrez, que marcaram dez e cinco gols, respectivamente, no Torneio Finalización, do Campeonato Colombiano, em que o primeiro é artilheiro.



Prováveis escalações:.

Sport Recife: Magrão, Samuel Xavier, Henríquez, Durval e Sander (ou Rodrigo); Anselmo, Patrick e Diego Souza; Rogério (ou Thomás), Mena e André. Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

Junior Barranquilla: Viera; Murillo, Ávila, Pérez e Gutiérrez; Pico, Cantillo, Sánchez e Narváez (ou Barreira); Chará e Gutiérrez. Técnico: Julio Comesaña

Árbitro: Fernando Rapallini (Argentina), auxiliado pelos compatriotas Gustavo Rossi e Ezequiel Brailovsky.

Estádio: Ilha do Retiro, em Recife.

Esporte