PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Mediação de Mujica busca negociação por fim de greve de jogadores uruguaios

24/10/2017 20h25

Montevidéu, 24 out (EFE).- A mediação do ex-presidente do Uruguai José Mujica "serviu para que haja alguma possibilidade de aproximação" entre as partes que negociam o fim da greve dos jogadores de futebol do país, disse nesta terça-feira o presidente da Associação Uruguaia de Futebol (AUF), Wilmar Valdez.

"Explicamos a situação (a Mujica), e tudo serviu para que haja alguma possibilidade de aproximação nas próximas horas, algo que acredito estar se confirmando. A colaboração foi muito útil", declarou Valdez à rádio "Sport890".

Os jogadores uruguaios, reunidos em uma associação chamada "Mais Unidos Que Nunca" (MUQN), estão em greve por divergências com os diretores do sindicato da categoria, a Mútua de Jogadores Uruguaios Profissionais (MFUP), presidida por Enrique Saravia. Eles alegam não se sentirem representados por este coletivo.

A greve impediu a realização da oitava rodada do Torneio Clausura do Campeonato Uruguaio no último fim de semana , e por enquanto não há indícios de que a competição seja retomada neste sábado.

O presidente da AUF se reuniu com Mujica na semana passada, porque via que "era impossível aproximar as partes com gente do futebol e do entorno" e sabia que Mujica "tinha muito boas relações com Saravia e com os jogadores da seleção e o próprio Diego Lugano". Ex-capitão do Uruguai, o zagueiro do São Paulo publicamente apoiou a MUQN.

"Tive um contato que me permite dizer que certamente amanhã (quarta-feira) haverá uma aproximação pelo menos para conversar", afirmou Valdez.

"Não significa que seja uma solução para o conflito, mas é um sinal importante de que as partes se sentarão para dialogar. Pode surgir uma luz neste tema que parece tão complexo", acrescentou.

Na última sexta-feira, os jogadores da MUQN intimaram a AUF para que deixasse de utilizar seus direitos de imagem sem permissão expressa.

Valdez disse que "é um tema complexo" que as equipes "estudarão dependendo dos vínculos individuais que os jogadores tenham com os seus clubes".

Esporte